Polícia pede informações sobre assassinos de fotógrafo

O Disque Denúncia divulgou, na manhã desta segunda-feira (17), cartaz “Quem matou?”, com objetivo de descobrir informações sobre os responsáveis por matar o fotógrafo Thiago Freitas de Souza, de 32 anos, no último sábado (15), na Comunidade do Santo Cristo, no Fonseca, Zona Norte de Niterói. O caso está sendo investigado pela Delegacia de Homicídios de Niterói, São Gonçalo, Itaboraí e Maricá (DHNSG).

Quem tiver pistas que possam levar à prisão dos criminosos, pode entrar em contato por meio do telefone (21) 2253-1177; pelo WhatsApp (21) 9.8849-6099; pelas redes sociais do Disque Denúncia; ou por meio do aplicativo Disque Denúncia RJ. Cabe ressaltar que o anonimato é garantido.

O corpo de Thiago Frietas de Souza será sepultado, na tarde desta segunda-feira. O enterro está marcado para as 14h, na Arquiconfraria Nossa Senhora da Conceição, no Barreto, Zona Norte de Niterói, em cerimônia aberta. Ele foi assassinado após pedir para que traficantes, que estavam na porta de sua casa, fizessem silêncio, por estavam atrapalhando o sono de sua filha, de 5 anos.

O local vive, atualmente, disputa armada entre as facções Comando Vermelho (CV) e Terceiro Comando Puro (TCP). Em mensagem de áudio enviada a familiares, a esposa da vítima narrou os momentos de terror. “Os caras estavam na janela do meu quarto. Thiago foi pedir para eles saírem e deram um tiro na cabeça do Thiago. Na cabeça dele. Eu já estou aqui no Azevedo Lima, esperando só uma notícia boa. Por favor, orem por ele, para ele sair dessa”, disse.

A Polícia Militar anunciou que, por conta dos confrontos entre criminosos, iniciou ocupação na região. De acordo com o comandante do 12º BPM (Niterói), coronel Sylvio Guerra, agentes da unidade seguem patrulhamento reforçado na região. Até o momento, o batalhão não divulgou balanço da ação, que teve início na semana passada.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dez + doze =