Polícia investiga clonagem de veículos na Região Oceânica

Augusto Aguiar –

Investigadores da Polícia Civil estão apurando, com base numa ocorrência na Região Oceânica de Niterói, um suposto esquema de fraude envolvendo clonagem de veículos. Agentes da Guarda Municipal, que realizavam patrulhamento na tarde da última terça-feira, explicaram que foram procurados por um homem na Estrada Francisco da Cruz Nunes, em Piratininga, que relatou que estava sendo vítima de um golpe, por ocasião da transferência de propriedade de um veículo, um HRV cinza.

A vítima informou ainda que teria percebido a anormalidade ao procurar o Cartório de Registro Civil de Pessoas, também situado na Região Oceânica, onde tinha reconhecido a firma da proprietária do veículo negociado. Lá foi então informada que a autenticação havia sido adulterada, o que caracterizaria crime de estelionato. De acordo com informe da GM, a ocorrência foi conduzida inicialmente para a 81ª DP (Itaipu), onde um suspeito que tentava efetuar a venda do veículo teria admitido que recebera a quantia de R$ 10 mil pela negociação.

Em seguida, a ocorrência foi encaminhada para a Divisão de Homicídios de Niterói, São Gonçalo e Itaboraí (DHNSG), com objetivo da especializada realizar uma perícia no veículo, com placa do Rio. Quando o suspeito, identificado como Luiz Eduardo, foi conduzido pela GM para a delegacia, o mesmo teria tentado descartar um aparelho de telefone celular com os dados que configurariam a autoria do crime. Após uma revista na própria viatura GM, o celular foi encontrado embaixo do banco. Logo a seguir, o caso foi encaminhado para a 76ª DP (Centro). Agentes agora apuram se a ocorrência teria ligação com outros casos que podem ser detectados, e ligados a uma quadrilha especializada.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

13 + 12 =