Polícia fecha fábrica de balões em São Gonçalo

Policiais da Delegacia do Aeroporto Internacional do Rio de Janeiro (DAIRJ) fecharam, na última quinta-feira (21), uma fábrica de balões no bairro Trindade, em São Gonçalo. No local foram apreendidas varetas, buchas, lanternas e grande quantidade de parafina, material inflamável utilizado na fabricação de buchas. Duas pessoas foram presas em flagrante.


De acordo com o titular da DAIRJ, delegado Adriano Marcelo Firmo França operação foi um desdobramento das investigações sobre a invasão de grupos de baloeiros ao Aeroporto Internacional Tom Jobim, na Ilha do Governador, em julho do ano passado. Na ocasião houve troca de tiros com cerca de 30 baloeiros e dois deles foram presos quando tentavam resgatar um enorme balão que caiu nas dependências do terminal.

Em carros e motocicletas, os criminosos tentaram resgatar um balão que media cerca de 18 metros. Segundo informações, o grupo receberia R$ 5 mil pelo resgate. Policiais afirmaram que o “balão painel” era disputado por turmas de baloeiros, com recompensa e um troféu para quem fizesse o resgate. O balão foi apreendido e, de acordo com a Polícia Federal poderia ter causado um acidente aéreo de proporções gigantescas no local.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

20 − 3 =