Polícia faz nova operação contra ‘gatonet’ em Niterói

Mais uma operação para coibir ligações clandestinas de internet e telefonia foi realizada em Niterói, nessa terça-feira (5). Dessa vez, o alvo foram furtos de cabos e equipamentos de concessionárias. Cinco pessoas foram presas em flagrante.

Policiais civis da Delegacia de Defesa de Serviços Delegados coordenaram os trabalhos. Equipes também atuaram em regiões na cidade do Rio de Janeiro. Os presos também foram autuados por rimes de receptação qualificada e furto de energia elétrica.

Segundo as investigações, o grupo era responsável por manter provedores de internet que utilizam material furtado de empresas de serviço de telefonia, de sinal de internet e TV a cabo. No local foram encontrados cabos e equipamentos.

Os policiais constataram, ainda, ligações diretas na rede de energia elétrica das concessionárias. Após a ação, o grupo foi encaminhado ao sistema prisional.

Histórico

O combate ao “gatonet” tem sido uma das preocupações da polícia em Niterói. Em 31 de agosto, uma central ilegal de sinal de internet foi desarticulada na região do Engenho do Mato, estabelecido na Rua Clemente Machado de Souza. A ação foi coordenada por agentes da 81ª DP (Itaipu).

Segundo informações da distrital, a delegacia recebeu denúncia de que operadoras credenciadas estavam tendo a rede sabotada e os funcionários e que funcionários estavam sendo abordados e intimidados por criminosos. A organização criminosa estaria loteando o serviço de internet pela região.

Um homem, que se identificou como responsável pelo local acabou sendo preso em flagrante. Ele foi conduzido à 81ª DP, onde foi ouvido e, na sequência, será encaminhado ao sistema prisional. As investigações prosseguem para apurar possível participação de outras pessoas. Há suspeita de ligação da empresa clandestina com o tráfico de drogas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

nove − 1 =