Polícia apreende quase meio milhão na casa de Nego do Borel

Raquel Morais

A Polícia Civil de São Paulo cumpriu na quinta-feira (28) mandados de busca e apreensão na mansão do cantor Nego do Borel, no Recreio dos Bandeirantes, na Zona Oeste do Rio. Foram apreendidos R$ 473 mil em espécie e o passaporte do artista. A medida foi por conta da investigação que apura a denúncia da ex-noiva do cantor, Duda Reis, que o acusou de agressão e ameaça. Na ocasião ela registrou boletim de ocorrência na 1ª Delegacia de Defesa da Mulher (DDM), em São Paulo.

O dinheiro foi encontrado em um cofre na mansão do artista. Em São Paulo a busca em um outro endereço acabou com alguns telefones e um computador apreendidos. Duda e Nego do Borel terminaram a relação em dezembro do ano passado e desde então vieram à tona várias acusações contra o artista. Além de acusar por agressão e ameaça, Duda também acusou o cantor de passar uma doença sexualmente transmissível para ela. Nas suas redes sociais Nego do Borel mostrou exames de sangue e até mesmo um laudo médico comprovando que ele não possui nenhum tipo de doença sexualmente transmissível (DST).

No dia 13 de janeiro o cantor registrou queixa na 42ª DP contra a ex-namorada sobre as acusações de injúria, calúnia e difamação que ela estaria fazendo sobre ele em redes sociais e entre amigos. No dia seguinte ela registrou o boletim contra ameaças.

Além dos problemas no relacionamento, Nego do Borel também apareceu na mídia após denúncia que ele teria uma réplica de um fuzil em sua casa na Zona Oeste. Policiais da 42ª DP estiveram na casa do cantor e apreenderam a réplica que seria usada para prática de airsoft.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dois × 5 =