Polícia e Forças Armadas fazem operação em comunidades do Rio

Forças Armadas e polícias Civil. Militar, Federal, Rodoviária Federal e Força Nacional, além de membros da Agência Brasileira de Inteligência (Abin), fazem operação integrada nesta segunda-feira (21) em seis comunidades do Rio de Janeiro. As ações visam cumprir mandados judiciais de pessoas suspeitas de tráfico de drogas e roubos.

De acordo com a Secretaria de Segurança (Seseg), as operações ocorrem nas comunidades do Jacarezinho, Alemão, Manguinhos, Mandela, Bandeira Dois e Parque Arará, além do Condomínio Morar Carioca, na zona norte.

Equipes das Forças Armadas são responsáveis pelo cerco em algumas dessas regiões e elas estão baseadas em pontos estratégicos para garantia da ordem no entorno das comunidades. Várias ruas estão interditadas e os espaços aéreos controlados com restrições dinâmicas para aeronaves civis. Não há interferência nas operações dos aeroportos.

Um soldado do Exército foi preso hoje, suspeito de ter vazado informações para criminosos das comunidades onde a operação está sendo realizada. De acordo com o Comando Militar do Leste, divisão do Exército responsável pelo Rio de Janeiro, o suspeito estava sendo monitorado e acabou preso.

No Centro Integrado de Comando e Controle (CICC), na Cidade Nova, representantes de todas as instituições envolvidas na operação estão acompanhando e orientando, em tempo integral, os desdobramentos, desde às 5h da manhã. Ainda não há informações sobre suspeitos presos.

(*) Texto alterado às 7h44 para acréscimo de informações

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

catorze + dezenove =