Polícia divulga índices criminais de Niterói e Maricá

A Polícia Militar divulgou nesta segunda-feira (2) os indicadores de criminalidade nas cidades de Niterói e Maricá, referentes a abril de 2022. Os dados são referentes à área atendida pelo 12º BPM (Niterói). Roubos a transeunte e de veículo e homicídios apresentaram redução, já roubo de celular apresentou oscilação para mais.

Homicídios dolosos registraram oito casos em abril deste ano, ante 12 no mesmo período, em 2021. Isto representa recuo de 33,3%. Já o crime de roubo a transeunte teve 98 registros neste ano contra 79 em abril do ano passado. Isto significa queda de 19,4%. A PM destaca que é o menor indicador desde 2003.

Outra queda impactante, segundo a PM, foi nos casos de roubo de carga. Em abril de 2021 foram 56 registros contra apenas quatro neste ano, o que representa redução de 92,9%. Roubo a estabelecimento comercial diminuiu de 21 casos para três, queda de 85,7%; enquanto roubo a residência reduziu 62,5% (16 casos no ano passado contra seis neste ano).

Roubo de celular

O destaque negativo do indicador ficou por conta da pequena alta dos casos de roubo de celular. Segundo a Polícia Militar, em abril deste ano foram contabilizados 24 registros. No mesmo período, neste ano, houve um caso a mais, totalizando 25. Isto representa aumento de 4,2%.

Sensação de insegurança

Mesmo com os números sinalizando um cenário positivo no que diz respeito à segurança pública, pelas redes sociais parte da população de Niterói tem feito relatos nesse sentido. Na última quarta-feira, câmeras flagraram um roubo de moto na esquina das ruas Domingues de Sá e Ministro Otávio Kelly, em Santa Rosa. Internautas também relataram crimes.

“Eu fui roubada também. Eu vindo de um hospital com minha filha e levaram tudo meu. Ele estava vestido de motoboy. A roupa dele era toda preta e ele estava numa moto 125. Muito triste, gente não desejo isto para ninguém. Minha filha ficou com trauma porque ele colocou a arma na barriga dela e disse ‘passa tudo, não grita’ se o telefone não tiver aqui eu volto e atiro em vocês’”, desabafou uma moradora de Niterói.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.