Polícia deflagra operação para combater crimes contra a mulher

Vítor d’Avila

A Polícia Civil deflagrou, na manhã de segunda (8), a Operação Resguardo, com objetivo de com bater crimes de violência contra a mulher. A ação acontece em todo o Brasil e, no Rio de Janeiro, são cumpridos 258 mandados de prisão, medidas cautelares e protetivas. Até o fechamento desta edição, 73 pessoas tinham sido presas.

Um dos mandados foi cumprido pela equipe da Delegacia Especial de Atendimento à Mulher (Deam) de Niterói. Os policiais civis da especializada localizaram um acusado de lesão corporal, no município de Rio Bonito, Região Metropolitana do Estado. Equipes da Deam de São Gonçalo também estiveram nas ruas.

A iniciativa é coordenada pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública, por meio da Secretaria de Operações Integradas (Seopi/MJSP), e será realizada nos 26 estados do país e no Distrito Federal. A ação integrada teve início no dia 1º de janeiro de 2021 em todo o Brasil e a Operação Resguardo deflagrada no Dia Internacional da Mulher.

Desde o começo do ano, a Polícia Civil do Rio de Janeiro apurou mais de 30.986 denúncias, que culminaram com a instauração de 7.327 inquéritos policiais, 212 mandados de prisão, 353 cumprimentos de mandados judiciais, com atendimento de mais de 36.390 mulheres vítimas de violência, e a prisão de 1.367 agressores em todo o estado.

Denúncias

O Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos (MMFDH) divulgou nesteo domingo (7) o balanço de dados sobre a violência contra a mulher recebidos pelos canais de denúncia do Governo Federal. Ao todo, em 2020, foram registradas 105.671 denúncias de violência contra a mulher, tanto do Ligue 180 (central de atendimento à mulher) e do Disque 100 (direitos humanos).

Do total de registros, 72% (75.753 denúncias) são referentes à violência doméstica e familiar contra a mulher, informou a pasta. De acordo com a Lei Maria da Penha, esse tipo de violência é caracterizado pela ação ou omissão que cause morte, lesão, sofrimento físico, sexual ou psicológico da mulher. Ainda estão na lista danos morais ou patrimoniais a mulheres.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

3 × 4 =