Polícia deflagra operação contra pornografia infantil em Niterói

A polícia segue atenta à movimentação de acusados de armazenar e compartilhar material contendo pornografia infantil, em Niterói. Agentes da Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente (DPCA) da cidade deflagraram, na manhã desta quinta-feira (8), a sexta fase da Operação Revelação, a fim de dar sequência às investigações contra acusados da prática criminosa.

Segundo informações da especializada, policiais estão nas ruas para cumprir nove mandados de busca e apreensão, em cinco cidades diferentes. Além de Niterói, policiais atuam em São Gonçalo, Tanguá, Cachoeiras de Macacu e Rio de Janeiro. O objetivo principal é identificar usuários suspeitos de armazenar e compartilhar material digital contendo pornografia infanto-juvenil.

Pelo menos uma pessoa foi conduzida à delegacia – Foto: Reprodução

As investigações apontam que os suspeitos são responsáveis por efetuar o download e upload de centenas de materiais digitais, tais como fotos e vídeos com imagens de crianças com meses de idade até adolescentes praticando ativamente ou passivamente cenas de sexo explícito ou de cunho pornográfico. As buscas tem como objetivo apreender equipamentos que possam conter materiais do tipo.

Durante o trabalho de investigação, a especializada representou à Justiça pela busca desses equipamentos, a fim de identificar os criminosos responsáveis. Com isso, foram expedidos pela 2ª Vara Criminal de Niterói os mandados de busca e apreensão para os endereços identificados pelo setor de busca eletrônica da delegacia especializada. Até o momento, pelo menos nove pessoas foram conduzidas à delegacia e três presos em flagrante.

A ação é realizada simultaneamente em todos os nove endereços, com o apoio de 60 policiais do Departamento Geral de Polícia Especializada (DGPE) e com Peritos do Instituto de Criminalística Carlos Éboli (ICCE) e ainda seus Postos Regionais de Niterói e São Gonçalo para necessidade de emissão de laudo pericial, a fim subsidiar possíveis prisões em flagrante.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

13 + três =