Polícia de Itaboraí impede furto de 145 mil litros de óleo

Augusto Aguiar –

Nove pessoas foram surpreendidas por policiais militares do 35º Batalhão (Itaboraí) e sete autuadas na madrugada de quarta-feira (06) acusadas de tentarem furtar mais de 145 mil litros de óleo combustível de dutos da Petrobras, no município de Cachoeiras de Macacu. Na ocorrência, a PM apreendeu três veículos de passeio (modelos Fiat Stilo, VW Gol, e Fiat Uno), e cinco caminhões-tanque (dois modelos Mercedes Benz, carregados com 35 mil litros de combustível), Scania (mais 35 mil litros), Ford Cargo (35 mil litros), e outro caminhão, Mercedez Benz (com capacidade de 40 mil litros, ainda vazio), totalizando 145 mil litros de combustível que seriam furtados.

O 35º BPM informou que por determinação da 4ª Cia, guarnições se deslocaram para a Estrada São José da Boa Morte, em Cachoeiras de Macacu, para verificar o informe sobre o crime. No local os policiais realizaram abordagens a veículos que transitavam pelo local, onde nove suspeitos foram surpreendidos e todos os veículos foram apreendidos. A guarnição também localizou e identificou a tubulação da Petrobras, local do furto do combustível. Todos os acusados foram conduzidos para a 71ª DP (Itaboraí), onde sete foram autuados e presos por furto.

Em dezembro do ano passado, a Polícia Civil – através da Delegacia de Defesa dos Serviços Delegados (DDSD), 121ª DP (Casimiro de Abreu), a Polícia Rodoviária Federal (PRF), e Transpetro – realizaram uma operação conjunta em continuidade às investigações sobre furto de óleo cru nos dutos da Petrobras. Na ação foram apreendidos um caminhão-tanque no momento em que furtava óleo de um duto da estatal, uma carreta tanque, um carro que dava apoio à ação criminosa e equipamentos. O proprietário do caminhão foi conduzido à 121ª DP, onde a ocorrência foi registrada. No local, técnicos da Transpetro atuaram imediatamente para conter possíveis danos ambientais. Segundo o delegado Pablo Sartori, as investigações continuam em andamento para o mapeamento da quadrilha que atua também em Itaboraí.

Nesse município havia sido descoberto, inclusive, um depósito clandestino usado para armazenar óleo combustível in natura. A ocorrência teria relação com outra operação, desencadeada pela 71ª DP (Itaboraí) há um mês, que resultou na prisão de cinco pessoas, apontadas como integrantes da chamada “máfia do óleo”. Os tanques encontrados tinham capacidade para armazenar cerca de 270 mil litros do produto furtado. A polícia também já havia apreendido uma carreta na Rodovia BR-101, altura de Campos dos Goytacazes, com milhares de litros de óleo cru, que também foram furtados de dutos da Petrobras. O óleo furtado tinha como destino o Espírito Santo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *