Polícia confirma que corpo carbonizado é de fuzileiro desaparecido

Vítor d’Avila

A Polícia Civil confirmou, na quarta-feira (17), que o corpo encontrado carbonizado dentro de um carro, no domingo (14), em Monjolos, São Gonçalo, pertence ao fuzileiro naval Matheus Filipi Coelho dos Santos, de 24 anos. O militar estava desaparecido desde a última quinta-feira (11).

De acordo com a Delegacia de Homicídios de Niterói, São Gonçalo, Itaboraí e Maricá (DHNSG), a confirmação foi obtida por meio de documentação odontológica fornecida pela Marinha. Desse modo, foi possível fazer a comparação da arcada dentária.

A distrital segue investigando a autoria e motivação do crime e está colhendo depoimentos e possíveis imagens de câmeras de segurança. Segundo a DHNSG, nenhuma hipótese está descartada para o homicídio do militar.

De acordo com a Marinha do Brasil, o cabo Matheus Filipe se apresentou para servir no 1º Batalhão de Infantaria de Fuzileiros Navais (1ºBtllnfFuzNav), após a conclusão de Curso de Especialização, sendo licenciado normalmente no dia em que desapareceu.

Matheus era separado e deixa uma filha de quatro anos. De acordo com familiares, ele não tem carro e também não informou aos parentes o que iria fazer depois do trabalho, no dia em que desapareceu.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

três × cinco =