Polícia civil apura sobre outras possíveis vítimas de estuprador

A polícia civil quer saber se existem outras vítimas de estupros cometidos por Diego Pereira Marins, de 33 anos. O homem foi preso por policiais da 74ª DP (Alcântara) ontem pela manhã no bairro do Paraíso em São Gonçalo acusado de estupro de vulnerável cometido contra a própria sobrinha de apenas 12 anos.

De acordo com o delegado titular da unidade, Edézio Ramos, o acusado é casado com a irmã da mãe da vítima e passou a mandar fotos das suas partes íntimas para a menor através de um aplicativo. Desconfiada pelo tempo em que a filha estava passando no celular, a mãe da adolescente verificou o aparelho encontrando as imagens e realizando uma denúncia na delegacia de Alcântara. Um mandado de prisão foi expedido e o acusado preso e enviado ao sistema carcerário.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

14 − oito =