Polícia aplica novo “choque de ordem” no Anaia

Augusto Aguiar

Menos de duas semanas após declarar que teria ouvido comentários que o Batalhão de São Gonçalo não entraria em algumas localidades do município, tal como as situadas no bairro do Anaia e adjacências, por exemplo, o comandante do 7º BPM, tenente-coronel Ruy França, comandou – nesta quinta-feira (01) pela segunda vez uma grande operação na região, com apoio de policiais do 12º (Niterói) e 35º (Itaboraí) BPMs. Uma espécie de “choque de ordem”, que resultou em quatro presos, um baleado, dois menores apreendidos, quatro armas de fogo apreendidas (uma escopeta calibre 12, uma pistola calibre 9 mm e um revólver), drogas, colete, carregadores de fuzil e pistola, uma granada, rádios transmissores, munições, além de caderno de contabilidade do tráfico. Um veículo blindado da PM deu suporte a ação, assim como policiais do Grupo de Motopatrulhamento. A operação foi batizada de “Sentinela”.

Operação no Anaia - Ruy França

Outra ação simultânea também foi realizada na comunidade do Feijão, no bairro Paraíso, que resultou na prisão de mais um criminoso, apontado como gerente geral do tráfico, além de uma carabina e uma metralhadora. Nas imediações das comunidades, nas proximidades dos principais acessos a eles a PM também promoveu blitz, que resultou em apreensão de dezenas (cerca de 30) de motocicletas em situação irregular. Pelo menos três carros roubados – modelos Fiat Toro, Nissan Sentra e Renault Oroch – foram recuperados. Logo nas primeiras horas da manhã, os PMs foram recebidos a tiros na localidade conhecida como Buraco Quente, no Anaia. No confronto, um criminoso foi baleado e socorrido. Marcos William Silva Paixão, Cleiton Leal Sobral e Carla Portela Pimenta foram presos e dois menores infratores, de 13 e 15 anos, apreendidos.

Ao vasculharem o perímetro, os policiais recuperaram os veículos que haviam sido roubados. No Morro do Feijão, o acusado baleado foi identificado como Biel e apontado como gerente geral do tráfico na localidade. Anteriormente com alta incidência de ocorrências de roubos e tráfico, se na primeira operação realizada na região (dia 18 de novembro) já havia rendido muitos elogios, por conta das prisões e apreensões feitas, na manhã de ontem transeuntes mais uma vez gostaram da atuação do batalhão. “Estava precisando mesmo dessas operações aqui na região. Está demais, com muitas ocorrências de roubos sem falar do tráfico. O comandante está sendo muito elogiado com essas iniciativas. Era difícil ver polícia por aqui”, afirmou um pedestre, que preferiu o anonimato.

BOPE e BAC no Salgueiro
No início da tarde de ontem, policiais de elite do Batalhão de Operações Especiais (Bope) e do Batalhão de Ações com Cães (BAC) deflagraram uma operação no conjunto de comunidades do Complexo do Salgueiro, em São Gonçalo. Houve intensa troca de tiros no local e numa área de mata fechada na localidade. De acordo com as primeiras informações, que não haviam sido confirmadas no decorrer na tarde, um acusado morreu e o criminoso apontado como um dos mais procurados de São Gonçalo, o Shumaker, teria sido baleado. Na ação, policiais apreenderam um fuzil e drogas.

Ainda na tarde de quinta, o Bope divulgou o balanço da operação. Foram apreendidos um fuzil modelo FAL, calibre 7.62; um carregador com quatro munições intactas; 1.080 pinos de cocaína, seis pedras de crack, quatro volumes com aproximadamente um quilo de maconha prensada, um quilo de pasta base de cocaína, cinco volumes de cocaína com aproximadamente 500 gramas; outro volume com 15 kg de cocaína.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

20 + onze =