Polícia abre temporada de ‘caça’ a ladrões de carga

No momento em que casos de roubo de carga apresentam preocupante alta em Niterói e São Gonçalo, a Polícia Civil iniciou a “caça” a criminosos apontados como responsáveis pela nova onda de casos do tipo. Na tarde desta terça-feira (13), foi preso um dos acusados de roubas caminhoneiros e entregadores, nas duas cidades.

A ação foi coordenada por policiais civis da 77ª DP (Icaraí). A distrital possui investigações em aberto a fim de identificar autores de roubos de carga em toda sua circunscrição. O foragido, capturado nesta terça, estava escondido no distrito de São José do Imbassaí, em Maricá, Município da Região Metropolitana do Rio de Janeiro.

Segundo informações da distrital, foi feito um levantamento de dados do setor de inteligência, até que se chegasse à possível localização do acusado. Pouco após o meio-dia, uma equipe da 77ª DP foi à Maricá com objetivo de confirmar a informação de que lá seria o esconderijo e, consequentemente, prender o foragido.

Policiais encontraram o homem em um imóvel, localizado na Rua 20, no distrito de São José. Ele foi surpreendido pelos agentes e não resistiu à prisão. Portanto, não houve registro de confrontos durante a ação. Contra o acusado, foi cumprido mandado de prisão condenatória por roubo de carga.

Ainda de acordo com os agentes da distrital, o mandado foi emitido pela 2ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro (TJRJ). Após receber voz de prisão, o homem foi levado á carceragem da 77ª DP, de onde será encaminhado ao sistema prisional, para dar início ao cumprimento da pena.

Casos em disparada

O ano de 2021 representa a volta da “moda” dos roubos de carga, após longo período em baixa, devido á pandemia da Covid-19. As cidades de Niterói e São Gonçalo puxam a fila dos municípios que mais apresentaram aumento de registros, na Região Metropolitana do Rio de Janeiro. Os dados são do Instituto de Segurança Pública (ISP).

De acordo com levantamento mais recente, levando em conta os cinco primeiros meses do ano, Niterói contabilizou 122 registros, contra 55 no mesmo período, no ano de 2020. isto representa alta de 121,8%, a maior da região. Já São Gonçalo teve, de janeiro a maio de 2021, 434 casos de roubo de carga, ante 391 no mesmo período, no ano passado. Alta de 11 %, ficando na vice-liderança.

As duas cidades vão contra a tendência de queda, apresentada pela média estadual, também levando em conta os primeiros cinco meses de 2021. Neste ano, todo o Estado do Rio de Janeiro contabilizou 1.896 registros de roubo de carga, contra 2.152 no mesmo período, em 2020. Diminuição de 11,9%. Os dados também são do Instituto de Segurança Pública.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.