PM é preso pela PRF trazendo munições para o Rio

Augusto Aguiar –

Um policial militar, identificado como Bruno César da Silva Jesus, de 28 anos, lotado no 5º BPM (Praça da Harmonia) foi preso, na tarde de segunda-feira (28), na Rodovia Presidente Dutra, por agentes da Polícia Rodoviária Federal quando trazia uma carga de munições para o Rio. O militar e mais três acusados foram surpreendidos numa abordagem na altura de Piraí, no Sul do estado. Com o policial foram encontradas e apreendidas 3.450 munições de calibre 9 milímetros, de uso restrito.

Outros três homens foram presos logo depois, servindo de “batedores” para avisar sobre qualquer fiscalização na rodovia. Equipes das polícias Federal e Rodoviária Federal montaram um cerco na rodovia após a prisão do soldado da PM e conseguiram abordar um veículo, modelo Corolla, na altura do km 227. Havia três homens no interior do veículo. Um deles tinha o mesmo sobrenome do policial preso. Os agentes verificaram que eles eram irmãos. Além disso, ele portava uma cópia da identidade funcional do militar. Os suspeitos, de 20, 28 e 31 anos, foram encaminhados para a Polícia Federal, na Praça Mauá, no Centro do Rio, onde também foram indiciados por tráfico de armas e associação criminosa.

Durante a abordagem, o policial alegou que estaria retornando de um “retiro espiritual”, em Cachoeira Paulista, no estado São Paulo, depois teria ido para a cidade de Guaíra, no Paraná, fronteira com o Paraguai, para comprar suplementos alimentares. Ao ser questionado então sobre onde estaria os produtos, o soldado alegou aos agentes que teria despachado numa transportadora e que não precisava revirar o carro. Os agentes perceberam que o PM apresentava nervosismo e realizaram a revista no automóvel, onde encontraram os projéteis distribuídos em 69 plásticos pretos, cada um com 50 munições, destinadas ao município do Rio.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

5 × cinco =