Plebiscito sobre armamento da Guarda Municipal será nesse domingo

Neste domingo, 29, um plebiscito irá decidir se a Guarda Municipal de Niterói deverá, ou não, usar arma de fogo. Os niteroienses que quiserem votar vão poder responder “sim” ou “não” à pergunta: “Você é a favor do uso de armas de fogo pela Guarda Municipal de Niterói?”. Caso a maioria escolha o uso do armamento, 31 guardas, que já foram treinados por instrutores credenciados pela Polícia Federal, vão para as ruas do município até o final de 2017. Gradativamente outras turmas serão treinadas nos próximos dois anos, conforme explicou a Prefeitura de Niterói.

O assunto divide opiniões dos niteroienses, que vão poder se expressar na votação do domingo, onde as urnas estarão abertas das 8h às 17h, como uma votação política comum. Para participar do plebiscito basta levar o título de eleitor e documento de identificação na zona de votação do Tribunal Regional Eleitoral (TRE). Quem não sabe onde votar pode consultar no site http://decideniteroi.com.br/ .

Segundo nota, a apuração dos votos será no 12º Batalhão da Polícia Militar de Niterói, no Centro, com apoio da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) e o Centro Comunitário de Segurança de Niterói.

SE O ARMAMENTO FOR APROVADO
A Prefeitura de Niterói informou que caso a população aprove, esses 31 guardas serão os primeiros a ir para as ruas da cidade até o final do ano portando pistolas calibre 380, único armamento letal permitido. Eles só usarão armas em serviço, não levarão as armas para casa nem terão permissão para andar armados nos períodos de folga. Outras turmas serão treinadas com o mesmo rigor da primeira e o uso da arma será introduzido na rotina da Guarda Municipal gradativamente nos próximos dois anos.

SE O ARMAMENTO NÃO FOR APROVADO
Caso o armamento não seja aprovado, os guardas permaneceram trabalhando na cidade conforme as diretrizes atuais, e a população fica no aguardo que o efetivo do 12º BPM de Niterói seja aumentado.

COMO FOI O TREINAMENTO

Os guardas foram treinados pelos instrutores da Polícia Federal, curso concluído em julho e ministrado na Cidade da Ordem Pública, no Barreto, na Zona Norte. A prática de tiro foi em estande da Polícia Militar, com armas cedidas pela instituição. Segundo administração municipal o curso de qualificação para uso de armamento teve início após concurso interno de exame intelectual e psicológico oferecido a todos os guardas municipais de Niterói. A matriz curricular do curso foi baseada na matriz nacional para formação de guardas municipais, da Secretaria Nacional de Segurança Pública, do Ministério da Justiça, de acordo com o Estatuto do Desarmamento e da lei federal que instituiu o Estatuto Geral das Guardas Municipais. Durante o curso, os agentes tiveram aulas sobre o emprego tático de armamentos letais, segurança no emprego do armamento, regras de segurança na prática de tiro; prática em simulador virtual de tiro 180° para tomada de decisão, prática de tiro com pistola, abordagem de veículos e edificações, palestras sobre direito penal, com foco no limite de atuação e poder de polícia, além de treinamento de capacitação sobre comunicação não violenta, sobre práticas do uso comedido da força nas práticas policiais cotidianas, entre outros temas.

Confira a lista de locais para votação pelo site.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

cinco × cinco =