Piscinão de SG segue fechado por questão de segurança

Raquel Morais –

O Parque Ecológico Praia das Pedrinhas, conhecido popularmente como Piscinão de São Gonçalo, foi fechado pela Secretaria de Estado de Esporte, Lazer e Juventude por questões de segurança. Porém, o local, abandonado há anos, está com o portão quebrado e a entrada lateral está completamente vulnerável. O fechamento do espaço público chama atenção para o abandono, que após anos resistindo e permanecendo aberto, agora ‘encerra as atividades’. O lago artificial já não funcionava há meses, mas continuava aberto para prática de exercícios físicos como caminhadas, corridas e futebol.

O piscinão custou R$ 17 milhões para os cofres públicos, sendo R$ 13 milhões em sua inauguração em 2004 e mais R$ 4 milhões numa revitalização feita em 2010. O mato continua alto, o portão lateral principal está quebrado, a roleta foi retirada e a entrada de pedestre está sem nenhum tipo de proteção, o telhado está quebrado, muitos postes de energia estão caídos dentro da área, além de banheiros depredados e muita sujeira.

Desde que a crise do Estado afetou o parque, as atividades foram reduzidas até o fechamento total, agora. A Suderj, autarquia vinculada à Secretaria, informou que e o Parque Ambiental Praia das Pedrinhas, por questões de segurança, encontra-se fechado ao público. Não há como isolar o espaço, pois seria necessária uma grande intervenção, e a Secretaria não dispõe de recursos para tal. As negociações com a Prefeitura de São Gonçalo não avançaram, mas o órgão segue buscando parcerias para revitalizar o espaço, já que ele necessita de grande intervenção. O valor para reativar o Parque Ambiental Parque das Pedrinhas é de pouco mais de R$ 2 milhões, com uma manutenção mensal de R$ 148 mil.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dezoito − 11 =