PF deflagra Operação Pneu de Ferro para combater tráfico internacional de armas

A Polícia Federal deflagrou, nessa terça-feira (1) a Operação Pneu de Ferro para desarticular organização criminosa responsável pelo tráfico internacional e interestadual de armas de fogo, munições e acessórios, associação para o tráfico de drogas, lavagem de capitais e evasão de divisas. Policiais federais cumprem sete mandados de busca e apreensão e cinco mandados de prisão temporária, expedidos pela 7ª Vara Federal Criminal do Rio de Janeiro/RJ, nas cidades do Rio e de São Paulo. 

As investigações tiveram início em 2019, a partir de apreensões de carregadores de fuzis e acessórios de arma de fogo realizadas no Aeroporto Internacional Tom Jobim (Galeão). Os policiais identificaram que os materiais apreendidos eram enviados pela organização criminosa investigada, via postal, das cidades de Kissimmee, Orlando e Tucson, nos Estados Unidos (EUA), e tinham como destino abastecer facções criminosas de atuação nacional. 

A PF contou com o apoio da Receita Federal e com a Agência de Investigações de Segurança Interna dos EUA (ICE Homeland Security Investigations), através de seus adidos na Embaixada dos EUA, em Brasília, e nas cidades de Tucson e Miami, nos EUA. 

A Operação foi batizada como Pneu de Ferro em razão de uma apreensão de 21 carregadores de fuzis AK 47, calibre 7.62, e um de pistola, escondidos dentro de um pneu no Aeroporto do Galeão em março de 2019.  

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.