PF deflagra operação contra propina na linha 4 do metrô

A Polícia Federal deflagrou, na manhã de segunda-feira (7), a Operação Fim do Túnel, cumprindo mandados de busca e apreensão no Centro e Zona Sul do Rio de Janeiro. A ação é mais um desdobramento da Lava Jato.

Segundo a PF, a ação acontece em cooperação com o Ministério Público Federal (MPF) e a Receita Federal. O objetivo é apurar esquema de pagamento de propina ao governo do Estado do Rio de Janeiro pela empresa responsável pela execução das obras da linha 4 do metrô do Rio de Janeiro, bem como por empresários do ramo rodoviário e setor da saúde.

Ainda de acordo com a PF, estão sendo cumpridos sete mandados de busca e apreensão. Um dos alvos é Júlio Lopes, ex-secretário de Transportes do Estado e ex-deputado federal.

Policiais da Delegacia contra a Corrupção e Crimes Financeiros estiveram na casa de Lopes e em um escritório de advocacia que teria ligação a ele.

A PF informou que os materiais apreendidos serão analisados e, se confirmadas as suspeitas, os investigados responderão pelos delitos de corrupção, lavagem de dinheiro e organização criminosa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

três × dois =