Petrobras seleciona projetos socioambientais de até R$ 3 milhões

Quem teve projetos aprovados pela Lei Estadual de Incentivo à Cultura do Rio de Janeiro (Lei Estadual nº 8.266/2018) pode ser selecionados para compor o Programa Petrobras Socioambiental. As inscrições para a Seleção Pública da companhia vão até 13 de junho e os critérios adotados seguem as linhas de ação da norma fluminense de fomento.

As propostas precisam ter projetos avaliados entre R$ 1,5 milhão e R$ 3 milhões, com duração de 24 meses, e se adequar ao ponto de vista da Petrobras. O Programa Socioambiental da estatal procura gerar benefícios sociais, ambientes, territoriais e culturais para comunidades e populações locais. A previsão é de um investimento de até R$ 13,8 milhões no total.

Também podem ser contemplados aquelas iniciativas que resultem em avanços socioambientais relevantes para o negócio e para a sociedade. O setor é voltado para se atender aos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável. Alguns temas transversais recebem ênfase do programa, como ações voltadas à primeira infância, inovação e direitos humanos.

Serão também considerados como critérios a adoção de ações afirmativas voltadas para públicos como povos indígenas, comunidades tradicionais, pescadores, mulheres, negros e crianças de 0 a 6 anos, e pessoas com deficiência.

Os projetos precisam obrigatoriamente abranger pelo menos um dos seguintes municípios: Angra dos Reis, Armação dos Búzios, Arraial do Cabo, Araruama, Cabo Frio, Cachoeiras de Macacu, Campos dos Goytacazes, Carapebus, Casimiro de Abreu, Duque de Caxias, Guapimirim, Itaboraí, Japeri, Macaé, Magé, Mangaratiba, Maricá, Niterói, Nova Iguaçu, Paraty, Quissamã, Rio das Ostras, Rio de Janeiro, São João da Barra, São Francisco de Itabapoana, São Gonçalo, Saquarema, Seropédica e Volta Redonda.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

doze + 6 =