Pessoas continuam desaparecidas em Lago Furnas – Capitólio

Quatro pessoas continuam desaparecidas após o rompimento de um bloco rochoso no Lago Furnas, em Capitólio – Minas Gerais, por volta das 12h30min de sábado (8). A Marinha participa dos trabalhos de resgate, junto com corpo de Bombeiros, e vai abrir um inquérito para investigar o acidente. Ao todo oito pessoas (cinco homens e três mulheres) morreram com o deslizamento, 27 receberam atendimento médico e foram liberas com ferimentos leves e quatro estão internadas em estado grave. Duas embarcações foram atingidas diretamente pelas pedras e outras duas receberam impactos de pedras menores.

O comandante do Corpo de Bombeiros de Minas Gerais, coronel Edgard Estevo, fez um apelo à população para que evite locais com risco de deslizamento e enxurradas no estado. As fortes chuvas provocaram vários problemas por todo o estado. Segundo o comandante, em 24 horas, foram registras 98 ocorrências da Defesa Civil, inclusive o transbordamento de um dique que interditou a BR-040 e deixou uma pessoa ferida.

“Precisamos desse comportamento de autoproteção de todo cidadão, evitando esses espaços que são de risco geológico para deslizamentos, escorregamentos bem como para todos os espaços de inundação e alagamento”, disse Estevo.

As buscas com mergulhadores continuam e dezenas de profissionais participam dos trabalhos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.