Pescadores de colônia que pegou fogo poderão solicitar crédito

Augusto Aguiar

Pescadores que perderam praticamente tudo, na madrugada de quinta-feira (11), durante um incêndio que destruiu cerca de 40 barracos na colônia situada no bairro Gradim, em São Gonçalo, terão a possibilidade de obter crédito bancário para recompor as perdas com, com ajuda do Governo do Estado.

A Secretaria Municipal de Agricultura e Pesca informou na sexta-feira (12) que uma equipe da Fundação Instituto de Pesca do Estado do Rio de Janeiro (Fiperj) atenderá aos pescadores atingidos, nos dias 18 e 19.

“O objetivo será a verificação e orientação dos pescadores para posterior emissão da Declaração de Aptidão ao Produtor (DAP). Com o DAP em mãos, o trabalhador poderá reivindicar concessão de crédito junto a bancos privados”, informou a pasta.


Por sua vez, a Secretaria de Desenvolvimento Social informou que das 12 famílias afetadas com o incêndio, sete foram cadastradas no CadÚnico (Cadastro Único para Programas Sociais), podendo assim serem beneficiadas com programas sociais, tais como o Bolsa Família e Minha Casa Minha Vida, se estiverem dentro dos critérios do Governo Federal. As outras cinco famílias já são cadastradas e são beneficiárias.

Ainda, na manhã de sexta-feira a Defesa Civil informou que realizou uma nova vistoria no local onde ocorreu o incêndio para verificar a segurança das construções ao redor da área atingida.

Por volta das 2h30 da madrugada de quinta-feira (11) um incêndio destruiu os barracos de madeira, onde a maioria dos pescadores usava para armazenar o material de trabalho, na Rua Manoel Duartes destruiu uma colônia de pescadores na Rua Manoel Duarte, bairro do Gradim, em São Gonçalo. Entre as perdas dos pescadores estão motores de barcos, redes e outros equipamentos. Alguns pescadores e seus familiares também residiam em alguns desses barracos e tiveram perda total. O montante do que foi perdido e o resultado de um laudo pericial sobre as causas do incêndio ainda não foram divulgados.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

três × cinco =