Perseguição termina com um preso na Zona Sul de Niterói

Elias Rosa Pereira Junior, de 20 anos, foi preso no início da madrugada de ontem (12), por agentes do Programa Niterói Presente, durante uma perseguição que começou no Centro da cidade e terminou no bairro do Ingá, na Zona Sul. Na ação, os policiais realizavam patrulhamento pelas ruas do Centro, quando foram alertados que um Uno prata teria sido roubado por dois criminosos, que atacaram a vítima usando um outro carro, um Peugeot vermelho, na Rua da Conceição, no Centro.

Um cerco foi montado e o veículo roubado foi localizado, dando início a uma perseguição, que terminou na Rua Visconde de Moraes, no bairro do Ingá, com auxílio de PMs do 12º Batalhão, quando o condutor perdeu o controle do carro roubado e capotou, sendo dominado. Após receber voz de prisão, Elias foi reconhecido pela vítima e autuado em flagrante na 76ª DP (Centro). Com ele foram apreendidos três celulares.

No sábado passado, os agentes prenderam Adriano Carvalho de Oliveira, de 24 anos, e apreenderam um menor infrator, de 17 anos, quando checavam uma denúncia de crime de estelionato. Durante patrulhamento na Rua Coronel Moreira César, em Icaraí, na Zona Sul, foram avisados pelo gerente de um restaurante que um funcionário estaria sendo vítima de estelionato na esquina das ruas Coronel Moreira César e Belisário Augusto. O gerente passou as características dos criminosos, que exigiam R$ 200 para devolver uma bicicleta furtada.

Os agentes localizaram os suspeitos e passaram a observá-los, de longe, esperando o melhor momento para registrar o flagrante. Adriano e o menor foram flagrados depois do dinheiro ser entregue, mas não foi observada a devolução da bicicleta. Na abordagem, com Adriano foram encontrados os R$ 200. Depois de conduzido para a 77ª DP (Icaraí), o menor foi ouvido e liberado por não ter sido a pessoa que exigiu o dinheiro da vítima. Já Adriano foi autuado em flagrante por estelionato.

Um comentário em “Perseguição termina com um preso na Zona Sul de Niterói

  • 1 de abril de 2019 em 16:27
    Permalink

    Tendo em vista os guardas municipais de Niterói, onde está a promessa de dar estruturas aos mesmos e dignidade a esses agentes ? Rodrigo neves não cumpre o que diz. As armas dos guardas municipais de Niterói sumiram, cadê? Salário digno. E treinamentos para armar a todos os guardas , aliás muitas pessoas pedem ajuda aos mesmos nas ruas de São francisco.

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *