Perseguição e confronto com três mortos e três feridos causam pânico na Zona Norte de Niterói

Augusto Aguiar
Raquel Morais

Fotos: Marcello Almo

Moradores, motoristas, e pedestres que passavam, na manhã de ontem, pela Zona Norte de Niterói presenciaram cenas que dificilmente vão esquecer, de uma perserguição seguida de confronto da polícia com bandidos, que deixou saldo de três mortos e outras três pessoas feridas, sendo dois pedestres – uma jovem, de 21 anos (atingida na cabeça) e uma idosa, de 79 anos – e um policial. Os dois últimos teriam sido atingidos de raspão. Os mortos, segundo a polícia, eram criminosos que estavam praticando assaltos em série e que foram cercados por guarnições do 12º BPM e do Niterói Presente. Houve pânico e correria nas ruas, refletindo o atual momento de uma triste rotina de violência que o estado enfrenta.
A ocorrência teria iniciado ainda na Zona Sul de Niterói, quando três criminosos (não identificados) num veículo, modelo Fox, de cor preta,teriam realizaram anteriormente diversos roubos, fazendo várias vítimas. No deslocamento em direção à Zona Norte de Niterói, os criminosos passaram a ser monitorados por policiais militares do 12º BPM. Ao passarem pela Alameda São Boaventura, nas imediações da Rua São Januário, no Fonseca as guarnições do 12º BPM e do Programa Niterói Presente, atuando em conjunto, tentaram abordar os marginais, que atacaram os policiais a tiros, dando início a uma perseguição e intensa troca de tiros. Houve pânico de pedestres e motoristas que passavam pelo local. Passageiros de ônibus que trafegavam pela Alameda também entraram em desespero e buscaram abrigo.
No mesmo local, dois pedestres e um policial foram baleados pelos marginais, sendo socorridos e levados para o Hospital Estadual Azevedo Lima (Heal), no Fonseca. Uma das vítimas, a jovem de 21 anos, foi atingida na cabeça e a idosa (na perna) também foram alvejados. Em fuga, os bandidos seguiram pela Rua Desembargador Lima Castro, e na altura do Posto do Detran, um dos criminosos que estava no Fox foi baleado e morreu dentro do veículo. Os dois comparsas então desembarcaram do carro e renderam uma mulher, que passava pela via conduzindo outro veículo, modelo Fox, de cor vermelha. Os marginais assumiram a direção do carro e seguiram em fuga, sendo perseguidos pelo Grupamento de Ações Taticas (GAT), em direção à Estrada Viçoso Jardim e Ititioca. No confronto, segundo a policia, os dois fugitivos também foram baleados, sendo que um morreu no local e outro ainda teria sido levado para o Heal, onde também morreu.
Pelo menos duas armas foram apreendidas com os marginais. As vias onde os criminosos foram cercados e baleados foram interditadas para trabalho de perícia e o policiamento reforçado na região. Até o fim da manhã o Heal ainda não havia divulgado informe sobre o quadro clínico da jovem atingida na cabeça, que estava sendo submetida a uma delicada cirurgia. A idosa teria sido medicada e liberada.

“Os criminosos atiraram
contra transeuntes na calçada”

Para o comandante do 12º BPM, as vítimas atingidas por tiros, na manhã de hoje, na calçada, na Alameda São Boaventura, não foram vítimas de “balas perdidas”, mas sim alvejadas propositalmente pelos criminosos em fuga. “A perseguição teve início em São Francisco, onde os elementos efetuaram , vários roubos contra transeuntes. Ficamos sabendo, e iniciamos um cerco, onde eles foram para a Alameda São Boaventura (…) Como o trânsito estava parado, eles subiram com o carro em cima da calçada e começaram a efetuar disparos contra transeuntes. Uma senhora foi baleada na perna e já teve alta. Teve uma jovem, de 21 anos, que infelizmente foi baleada na cabeça. Ele foi levada para o centro cirúrgico. Eles quase atropelaram vários pedestres que estavam na calçada. Na Rua Desembargador Lima Castro, o confronto que resultou num dos elementos morto foi com os agentes Niterói Presente, e no acesso à Ititioca, o confronto foi com o GAT, onde um criminoso morreu e outro foi levado para o hospital. Várias rés furtivas foran recuperadas (…) Os elementos baleados estavam com vários relógios nos pulsos e várias alianças nos dedos (de vítimas de roubo). Várias bolsas de mulheres, roubadas em São Francisco, mochilas e casacos também foram recuperadas”, explicou o tenente-coronel Sylvio Guerra.
A perseguição seguida de confronto, ocorrida nesta manhã, foi registrada depois de uma outra do gênero, ocorrida na madrugada do dia 4, quando um intensa troca de tiros entre PMs do 12º Batalhão e crimonosos resultou em um morto e recuperação de vários pertences de vítimas de assaltos. O enfrentamento aconteceu na Travessa Indígena, acesso a comunidade Boa Vista (também na Zona Norte) onde os bandidos num carro foram perseguidos e cercados. O monitoramento dos marginais havia ocorrido desde o bairro do Ingá, na Zona Sul, onde vários assaltos foram cometidos antes dos marginais seguirem também para a Zona Norte.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *