Perito judicial preso em Icaraí em nova fase da Operação Lava Jato

Um perito judicial foi preso por agentes federais e do Ministério Público Federal (MPF), na manhã dessa quinta-feira (05), num prédio de alto padrão, na orla de Icaraí, Zona Sul de Niterói, em mais uma fase da Operação Lava Jato. Charles Fonseca William foi preso em sua residência durante a Operação Expertus acuasado de envolvimento num esquema de fraude em laudos e recebimento de propinas para favorecer empresas de ônibus, que superfaturou valores fornecidos para o Poder Judiciário do estado.

A Polícia Federal suspeita que o perito tenha recebido cerca de R$ 5 milhões, através de empresas de ônibus. A Operação Expertus foi deflagrada com base em “delações premiadas” de Lélis Teixeira, ex-executivo da Federação das Empresas de Transporte de Passageiros do Estado do Rio (Fetranspor); Marcelo Traça, ex-presidente o Sindicato das Empresas de Transportes Rodoviários do Estado do Rio (Setrerj); e de Álvaro Novis, doleiro e operador do esquema de propina liderado pelo ex-governador Sérgio Cabral.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *