Pelo terceiro dia seguido país tem média móvel de óbitos abaixo de 2 mil

Com o registro de 2.042 óbitos entre quarta-feira (23) e quinta-feira (24) o Brasil chegou ainda mais perto de 510 mil óbitos, alcançando a marca de 509.282. Com isso, a média móvel de mortes nos últimos 7 dias chegou a 1.873, abaixo de 2 mil pelo terceiro dia seguido.

De 17 de março até 10 de maio, foram 55 dias seguidos com essa média acima de 2 mil. No pior momento desse período, a média chegou ao recorde de 3.125, no dia 12 de abril.

Já os casos confirmados, desde o começo da pandemia, alcaçaram o número de 18.243.391 depois de confirmar 72.613 entre quarta-feira (23) e quinta-feira (24). A média móvel nos últimos 7 dias foi de 77.050 novos diagnósticos por dia.

Rio se aproxima de 55 mil óbitos

A Secretaria de Estado de Saúde do Rio (SES) registrou entre quarta-feira (23) e quinta-feira (24), 3.530 novos casos e 186 mortes, chegando a um total de 945.242 casos confirmados e 54.848 óbitos por coronavírus no estado. A taxa de letalidade da covid-19 no Rio está em 5,80%, a maior do país. Entre os casos confirmados, 879.872 pacientes se recuperaram da doença.

Segundo o painel de dados desenvolvido pela pasta, a taxa de ocupação de Unidades de Terapia Intensiva (UTI) para a covid-19 no estado é de 63,2%. Já a taxa de ocupação nos leitos de enfermaria é de 41,6%.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dezesseis − seis =