Peixe: ótima opção também durante o inverno

Raquel Morais –

Apesar de o clima estar ameno em Niterói, geralmente com dias quentes e noites mais frias, o clima nem de longe lembra o inverno, com baixas temperaturas. Porém, o clima mais fresco ajuda alguns comerciantes a aumentarem as vendas, como é o caso das peixarias. Empresários do setor investem em comidas mais quentes e com caldos para driblar o friozinho, enquanto nas peixarias o movimento não para, principalmente na Zona Sul da cidade.

O comerciante Nelson Vieira, de 64 anos, é o responsável pela Peixaria Icaraí e contabiliza um incremento de 10% nas vendas ao longo dos meses.

“Os clientes estão aumentando o consumo do peixe no inverno. O calor não é bom para fritar peixe, por exemplo. Vendemos todos os tipos de pescado, da sardinha ao salmão, e tem público para todos esses tipos”, comentou.

Segundo o empresário, os campeões de vendas são o filé de peixe (R$ 42 o quilo), camarão grande (R$ 49), salmão (de R$ 78 a R$ 82) e pintado (R$ 26). Mas na Peixaria Princesa do Mar, no Centro, o vendedor Jorge Fonseca não está tão otimista assim.

“As vendas estão mais baixas e acho que as pessoas preferem comer peixe no verão por causa da praia. Mas a gente trabalha firme e forte e o negócio é vender peixe”, brincou.

No box, o pescado mais barato acaba sendo o mais procurado, como o xerelete, vendido a R$ 10 o quilo, e a corvina, a R$ 13 o quilo. Já o empresário do restaurante Bom Peixe, no Mercado São Pedro, afirmou se adequar ao momento.

“Está mais frio e estamos investindo em caldinhos e peixes com mais molhos, como é caso do caldinho de peixe, muito procurado pelo niteroiense. Oferecemos descontos no pagamento à vista, de 10%, e o importante é não perder e nem desagradar o cliente”, frisou João Alberto Rodrigues, que vende o caldinho por R$ 12 para uma pessoa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *