Pedreiro morre a caminho do culto em São Gonçalo

Augusto Aguiar –

A Delegacia de Homicídios de Niterói, São Gonçalo e Itaboraí (DHNSG) está investigando de onde teriam partido os tiros que atingiram e mataram, na noite de terça-feira, o pedreiro Roberto Carlos Moura Pinto, de 50 anos. De acordo com relatos, Roberto foi atingido na mão e no tórax quando seguia para uma igreja evangélica na localidade conhecida como Comunidade 590, no Complexo da Alma, no bairro Amendoeira. No local ocorreu um confronto entre policiais militares e criminosos no mesmo horário, e um outro homem, este apontado por envolvimento com o tráfico, também morreu baleado.

Na noite de terça-feira, policiais militares do 7º BPM (São Gonçalo) e traficantes fortemente armados entraram em confronto no Complexo da Alma e dois homens não identificados foram baleados na Rua Capistrano de Abreu. Um deles não resistiu aos ferimentos e morreu. Na incursão para reprimir o tráfico e roubos de carga, a Polícia apreendeu 200 papelotes de maconha e 291 pinos de cocaína, além de uma pistola calibre 9 mm e um rádio transmissor. Na mesma ação, os PMs recuperaram um Sandero, que havia sido roubado anteriormente. Os criminosos foram levados para o Hospital Estadual Alberto Torres (Heat), no Colubandê, mesmo lugar onde Roberto foi socorrido.

Amigos do pedreiro confirmaram que ele seguia com a esposa para a igreja, quando teria começado uma intensa troca de tiros entre policiais e traficantes. Assustados, Roberto e a mulher correram para buscar abrigo, indo para locais diferentes. A esposa se abrigou numa igreja e Roberto procurou abrigo na rua mesmo, e acabou sendo baleado na mão e no tórax.

Vários baleados
No bairro Camarão, também em São Gonçalo, um homem apontado por praticar roubos de veículos foi baleado numa troca de tiros. Ele estava junto com outros dois comparsas e foram interceptados na Rua Ricardo Campelo, num Corolla. Dois cúmplices conseguiram fugir, roubando outro carro, modelo Hyundai HB20. Na ocorrência, foi apreendido um revólver e um aparelho celular. Mais três indivíduos foram baleados, na madrugada de ontem, durante ação policial no bairro Laranjal. A incursão teve por objetivo reprimir o tráfico de drogas. As ocorrências foram registradas respectivamente na 73ª DP (Neves) e 74ª DP (Alcântara).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

cinco × 3 =