Pedalada contra o feminicídio acontece hoje em Itaipuaçu

A cidade de Maricá recebe hoje no feriado do Dia da Independência, o Primeiro Passeio Ciclístico de Itaipuaçu. O evento conta com o apoio da Associação dos Barraqueiros do bairro (ABEI) e tem como tema o encerramento da campanha “Juntas contra o Feminicídio”.

A Casa da Mulher de Maricá também vai participar da pedalada e vai oferecer diversos serviços às mulheres como a distribuição de material informativo, o oferecimento de atendimento social e psicológico e a realização de uma roda de conversa.

Segundo dados divulgados em 2021 pelo Instituto de Segurança Pública do Rio de Janeiro (ISP-RJ), foram registrados 45.477 crimes baseados na Lei Maria da Penha em todo o estado entre março (quando começou a vigorar o isolamento social) a dezembro do ano passado. Isso dá uma média de 250 crime contra a mulher por dia no Rio de Janeiro.

Ainda de acordo com o estuado, 74,9% dos crimes aconteceram dentro de casa, sendo que 80,7% das mulheres vítimas foram agredidas pelos próprios companheiros ou ex-parceiros. O mês mais violento foi dezembro de 2020, com 5.725 ocorrências na ocasião.

Em relação à Maricá, os dados do ISP-RJ são de 2019, portanto, anteriores à pandemia. Foram 1.535 registros ao longo do ano, sendo que o percentual mais alto é o de violência psicológica, respondendo por 33% dos crimes contra a mulher na cidade. A faixa etária com mais casos é a que tem entre 30 a 59 anos, concentrando 63,5% das vítimas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

2 × 4 =