Paulo Gustavo está em ‘estado crítico’, afirma novo boletim

Neste domingo (11) a equipe médica que cuida do ator e humorista Paulo Gustavo soltou uma nota afirmando que o seu estado de saúde “apresenta sinais de gravidade”. Segundo o texto, as fístulas bronco-pleurais identificadas e tratadas somaram-se a complicações hemorrágicas, mas que apesar disso ele vem respondendo de forma satisfatória à reposição dos fatores deficitários da coagulação.

“A situação clínica do paciente é crítica e todos os profissionais têm se empenhado incessantemente pela sua recuperação. Todos os equipamentos necessários para o suporte da vida, como a ventilação mecânica e a ECMO continuam sendo necessários”, afirma trecho da nota.

A família do ator vem se utilizando das redes sociais para agradecer de todo o carinho e orações que ele vem recebendo e pedindo para que continuem a enviar boas energias para a recuperação de todos os que se encontram na luta contra o vírus.

O marido de Paulo Gustavo, o médico Thales Bretas, usou as redes sociais para dar notícias sobre o tratamento e passar uma mensagem positiva para os fãs e amigos de Paulo Gustavo. Ele postou uma foto junto com o parceiro e chamou atenção para a alegria do companheiro. “Hoje apareceu essa foto pra mim e eu resolvi postar aqui pra relembrar nossos dias de alegria e confraternizações com amigos. Nos tempos atuais, essa lembrança é meu novo sonho pra um futuro breve”, dizia parte do texto.

Paulo Gustavo está internado no Hospital CopaStar, em Copacabana, desde o dia 13 de março e em uso de ventilação mecânica, ou seja, intubado, desde o dia 21 de março. Recentemente ele está sendo submetido a terapia por ECMO (Oxigenação por Membrana Extracorpórea), uma espécie de pulmão artificial, usada em pacientes que estão com os órgãos comprometidos. Por conta deste procedimento o artista recentemente precisou passar por transfusões de sangue.

O humorista Paulo Gustavo, que está internado desde 13 de março por complicações da Covid-19, em um hospital do Rio de Janeiro. Nos últimos dias o ator apresentou diversas complicações pulmonares que já demandavam procedimentos invasivos como broncoscopias, pleuroscopias e colocação de dispositivos intrapulmonares.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

seis + 20 =