Passageiro baleado em tentativa de assalto a ônibus segue internado

Permanece internado no Hospital Estadual Azevedo Lima (Heal) Ivo Alves de Oliveira, passageiro do ônibus onde aconteceu assalto seguido de troca de tiros, na noite de quarta-feira (28), na Avenida do Contorno, no Barreto, Zona Norte de Niterói. O homem, de 56 anos, foi baleado no pé e se recupera de uma cirurgia. Segundo a Secretaria de Estado de Saúde (SES), seu estado é estável.

Um dos assaltantes também está internado no Heal. Ele foi baleado por um policial militar à paisana, que estava no coletivo. Identificado como Adriano Pinheiro da Silva, de 41 anos, ele está em estado grave, segundo a pasta. O outro criminoso que participou do assalto morreu no local durante o confronto. A Polícia Civil ainda não divulgou a identidade dele.

Em relato enviado a colegas de profissão, o motorista do coletivo, que fazia a linha 567 (Candelária – Venda das Pedras), descreveu os momentos de pânico provocados pela tentativa de assalto no interior do ônibus. Em sua fala, ele comemora o fato de não ter sido atingido.

“Dois caras tentaram assaltar meu carro (ônibus), aqui na Contorno. O policial que estava dentro do carro matou os dois (na verdade, um sobreviveu). Estou aqui em frente à Leroy (Merlin), com o fiscal. Muitos tiros, muitos tiros mesmo. Graças a Deus eu saí inteiro”, afirmou o profissional, por meio de áudio enviado por aplicativo.

Números preocupantes – Casos de roubo em coletivo dispararam na cidade de Niterói, segundo dados mais recentes do Instituto de Segurança Pública (ISP), divulgados ontem. A cidade apresenta, nos três primeiros meses do ano, o maior aumento de toda a Região Metropolitana do Rio de Janeiro. Entre janeiro e março de 2021, foram contabilizados 73 casos, contra 42 no mesmo período, no ano passado. Um aumento de 73,8%.

Levando em conta apenas o mês de março, a tendência também é de alta. Neste ano, foram registradas 29 ocorrências do tipo na cidade. No terceiro mês de 2020, a quantidade de ocorrências foi de 12. Isto significa que, em março deste ano, o aumento foi de 141,7%, em relação ao mesmo período, no ano anterior.

Pânico na volta para casa

Passageiros do ônibus da linha 567 (Candelária – Venda das Pedras) da Viação Rio Ita, que vinha do Rio com destino a Itaboraí viveram momentos de pânico na noite de quarta-feira. Dois criminosos anunciaram um assalto assim que o coletivo, que estava lotado, saiu da Ponte Rio-Niterói para acessar a BR-101. Um policial militar a paisana reagiu e houve troca de tiros. Um bandido morreu e outro ficou ferido. Um passageiro também acabou atingido por um disparo no pé. A ação aconteceu por volta das 19h30.

Segundo o PM, que é lotado no Rio e não quis se identificar, assim que o ônibus saiu da Ponte em direção à BR-101 um dos bandidos anunciou o assalto e foi em direção ao motorista, ordenando que ele não parasse o coletivo, caso contrário atiraria. O comparsa seguiu pelo corredor e, segundo o relato do policial, quando se aproximou ele não pensou duas vezes e sacou a arma, atingido e matando o criminoso. O outro bandido atirou e acabou atingindo um passageiro no pé. Foi quando o policial atirou novamente e baleou o criminoso, que acabou rendido.

“Ele estava com a mão na cintura e quando chegou a mais ou menos 1,5 metro de mim, não pensei duas vezes e saquei minha arma e atirei. O bandido que estava na frente ao lado do motorista também atirou de volta e eu revidei”, contou o PM, que é morador do Jardim Catarina e está há apenas quatro meses na corporação.

Vítor d’Avila

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

catorze + 8 =