Parque Rural oferece atividades culturais e de educação ambiental

A Prefeitura de Niterói realizou, neste sábado (31), atividades gratuitas no Parque Rural de Niterói, no Engenho do Mato, na Regiâo Oceânica. Pessoas de todas as idades participaram de contação de histórias, ecovivências e oficinas com materiais recicláveis, além de uma exposição sobre a biodiversidade na Serra da Tiririca com painéis educacionais, mostra de taxidermia (animais empalhados) e atividades sensoriais. 

A coordenadora geral do Parque Rural de Niterói, Simone Siqueira, destacou a troca de energia e conhecimento que a atividade proporcionou.

“O objetivo da atividade de hoje foi fazer a conexão do município com outros lugares, conhecer as culturas e fazer essa troca de energia e conhecimento, além de promover a interação entre os equipamentos da Prefeitura. Nosso foco hoje foi na educação ambiental, trazendo conhecimento para as crianças e esse entendimento de proteger a fauna e a flora. Além disso, elas poderão ter a experiência de andar a cavalo que é uma coisa que sempre fascina”, explicou.

Carlos Aveiro, gerente do Parque Esportivo e Social do Caramujo (Pesc) levou um grupo com 40 crianças entre 6 e 13 anos para as atividades no Parque Rural.

“Qualquer ação feita fora do bairro, não só em nível competitivo, mas também cultural, é importante para a formação dessas crianças. Esse trabalho, em conjunto entre os projetos do município de Niterói, faz total diferença. Estamos em um ambiente diferente do que eles estão acostumados, dentro do Parque, em contato com contadores de histórias, que não está no cotidiano deles, além dessa simbiose com os animais e em um local de total conexão com a natureza”, enfatizou Aveiro.

Rafaele Weitzel, 13 anos, integrante do projeto no Pesc e aluna de atletismo, arco e flecha, muay Thai e badminton falou da expectativa do passeio.

“Estou achando muito legal sair um pouco das atividades de esporte. Aqui já ouvi histórias e a gente aprendeu sobre cuidado com os animais também, mas estou ansiosa mesmo é para andar a cavalo. Eu já tive um e adoro”, disse Rafaela, enquanto aguardava sua vez para a montaria.

A atividade deste sábado foi aberta a todos e a Ghislene Araújo, que mora ao lado do Parque, não perdeu tempo e foi curtir a manhã com os filhos.

“Eu me sinto no meu quintal, na extensão da minha casa. Eu e meus três filhos fazemos atividades no Parque Rural quase todos os dias, entre muay thai, vôlei e ginástica funcional. Lá em casa já temos o costume de incentivar a leitura e a contação de história que acho fundamental para a formação do ser humano, então fazemos questão de vir nas atividades culturais também e trazer as crianças para crescerem entendendo o valor da cultura na sociedade”, destacou ela.

O Wellignton Felismino é outro morador da região que foi levar o filho, Enzo, para curtir as atividades.

“A gente vem sempre aqui. Temos um carinho enorme por esse espaço, vimos isso se formar. Fazemos atividades aqui alguns dias da semana e a gente acha esse espaço excelente para aproveitar e trazer nosso filho que adora a parte dos cavalos”, disse. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

quinze − 11 =