Paralimpíadas: Brasil conquista o bronze na Bocha

Os brasileiros conquistaram duas medalhas nas provas individuais da bocha no final da noite de terça, 31 (horário de Brasília). O primeiro a subir ao pódio foi Maciel Santos (classe BC2), que disputou o bronze contra o tailandês Worawut Saengampa. O resultado final foi 4 a 3 para o brasileiro. A vitória apertada do brasileiro aconteceu após o último arremesso.  

“Foi muito emocionante, foi na última bola. A gente sabe que, em Jogos Paralímpicos, o jogo é resolvido no detalhe. Eu estava jogando contra o último campeão mundial. É Paralimpíada! É coração! É Brasil. É emoção! Não dá para esperar menos do que isso”, comemorou o atleta. 

Para Maciel, este momento é ainda mais especial. Ele se lembrou do colega da Seleção Brasileira de bocha Dirceu Pinto, que faleceu no ano passado, vítima de insuficiência cardíaca. “Sem dúvida nenhuma este momento é muito especial. Esta medalha vale ouro na minha vida. No ano passado, nós tivemos uma perda muito grande com o Dirceu. Eu vim para Tóquio para honrar o nome dele. Cada bolinha, cada arremesso, eu jogava com o pensamento de honrar o nome do Dirceu. Eu dedico esta medalha a ele, à família dele e à minha família”, completou Maciel, que volta a disputar a prova por equipes nesta quarta, 1, às 21h30 (horário de Brasília). 

O segundo bronze da noite foi uma medalha inédita para o Brasil – a primeira em toda a história na classe BC1. O responsável pelo feito foi José Carlos Chagas de Oliveira. Ele venceu o português André Ramos por 8 a 2. “É muita emoção! Estou muito feliz e agradeço ao meu treinador, minha família e à minha namorada”, celebrou José Carlos. 

Paulo Barbosa dos Santos, assistente técnico do atleta, destacou a importância histórica desta medalha. “A gente está muito feliz. É a primeira vez que o Brasil conquista o pódio na classe BC1 e que venham outras [medalhas]”, disse. 

Foto: Takumi Matsushita/CPB

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

4 × três =