Para poder bancar o novo Bolsa Família, Governo Federal aumenta imposto

O presidente Jair Bolsonaro editou um decreto aumentado a alíquota do IOF para bancar a expansão do Auxílio Brasil, o novo Bolsa Família que ainda não entrou em vigor. Apesar do aumento, a medida não menciona de quanto será a elevação da alíquota, apenas que a mudança vai aumentar a arrecadação em R$ 2,14 bilhões, de acordo com comunicado emitido, ontem (16), pelo Planalto.

“A referida medida irá gerar um aumento de arrecadação estimado em R$ 2,14 bilhões. Esse valor permitirá a ampliação do valor destinado ao programa social Auxílio Brasil, cujo novo valor entrará em vigor ainda no ano de 2021”, informou o governo em nota.

O decreto deve as alíquotas do Imposto sobre Operações de Crédito, Câmbio e Seguro, ou relativas a Títulos ou Valores Mobiliários (IOF), relacionados às operações de crédito para pessoas jurídicas e físicas. De acordo com comunicado do Palácio do Planalto, as novas alíquotas valerão no período entre 20 de setembro de 2021 e 31 de dezembro de 2021.

O novo programa social pretende atender a cerca de 17 milhões de famílias, ante as 14,6 milhões atendidas nos dias atuais pelo Bolsa Família.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dois × 3 =