Pandemia diminui viagens para festas de fim de ano

Com a pandemia do novo coronavírus marcando o ano de 2020 e o aumento do número de infectados no Brasil nas últimas semanas, o movimento de passageiros em aeroportos e rodoviárias para viajar durante as festas de fim de ano diminuiu consideravelmente.

As festas de fim de ano serão bem menos movimentadas do que em anos passados nos aeroportos do Rio de Janeiro, depois do cancelamento do réveillon do Rio, devido à pandemia do novo coronavírus. No Santos Dumont, por exemplo, localizado na região central da capital fluminense, no período de 18 de dezembro de 2020 a 4 de janeiro de 2021, a movimentação de passageiros será 32% inferior à da alta temporada do ano passado, iniciada em 20 de dezembro e encerrada no dia 6 de janeiro de 2020. A estimativa é da Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero), que administra o aeroporto.

De acordo com a Infraero, o Santos Dumont terá, entre embarques e desembarques, um total de 366.206 viajantes, contra 536.584, nas festas anteriores de Natal e ano novo. Da mesma forma, haverá queda no número de voos, no período. Entre pousos e decolagens, serão 3.296, contra 4.952 no final de 2019 e início deste ano. A retração é de 33%.

No Aeroporto Internacional Tom Jobim – RIOgaleão, a movimentação esperada alcança 381 mil passageiros neste mês de dezembro, em que três importantes companhias aéreas internacionais estão retomando rotas regulares. Em comparação com o mesmo mês de 2019, a retração é de 68% na circulação. De acordo com dados fornecidos quarta-feira (23) pela concessionária do terminal aeroportuário, em dezembro do ano passado, o RIOgaleão recebeu 1,2 milhão de passageiros. Já em relação ao mês de novembro de 2020, houve aumento de 49% na movimentação, quando registrou passagem de 256 mil visitantes.

Com a chegada da alta temporada, retornaram ao Tom Jobim os da American Airlines para Miami (Estados Unidos), da Iberia para Madri (Espanha); e da British Airways para Londres (Inglaterra). O retorno destes destinos permitirá ao RIOgaleão encerrar 2020 com 12 destinos internacionais, em 46 frequências por semana, 13 destinos a menos do que em dezembro de 2019.

O total de voos domésticos no fim do ano no Tom Jobim será, em média, de 230 por semana, contra 594 operados em dezembro do ano passado. O aeroporto atenderá 21 destinos no Brasil, cinco a menos do que operava no mesmo período do ano passado.

O diretor de Negócios Aéreos do RIOgaleão, Patrick Fehring, informou que durante o período de isolamento social, a companhia busca os melhores padrões da indústria para receber os passageiros na alta temporada, com os protocolos de segurança que se tornaram indispensáveis para evitar a disseminação da covid-19.

A pandemia e o cancelamento da festa de réveillon na cidade do Rio de Janeiro fizeram cair em 50% a movimentação prevista na rodoviária da capital entre os dias 22 de dezembro e 4 de janeiro, em comparação com o mesmo período do ano passado.

A estimativa é que 335.650 passageiros passarão no terminal rodoviário do Rio entre o Natal e o ano-novo, entre embarques e desembarques, em 11.220 ônibus. Os maiores movimentos de embarques e desembarques são estimados nos dias 23 de dezembro (35.300 passageiros), 30 de dezembro (30.600) e 3 de janeiro de 2021 (35.800).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

quinze + sete =