Painel: Cerca de 85 mil pessoas podem ter benefício do INSS suspenso

Cerca de 85 mil segurados do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) que recebem o benefício por incapacidade temporária (antigo auxílio-doença) podem ter o benefício suspenso até a próxima quinta-feira (11). Eles foram convocados pela operação pente-fino do órgão para fazerem perícia médica a fim de verificar possíveis irregularidades.

Em 27 de setembro, o INSS convocou 95.588 segurados para agendarem perícia médica até 11 de novembro. Segundo o órgão, até agora somente 10.397 marcaram o exame, com 85.191 passíveis de perderem o auxílio de incapacidade temporária.

A relação completa dos convocados pode ser consultada no Diário Oficial da União. Desde julho, o órgão está enviando cartas a 170 mil segurados. As perícias começaram em agosto. Quem recebe a notificação tem 30 dias, a contar da data de recebimento informada pelos Correios, para agendar o procedimento.

De acordo com o INSS, as pessoas convocadas por meio do Diário Oficial não foram localizadas nos endereços da base de dados do órgão ou receberam a carta de notificação, mas não marcaram a perícia médica.

O exame pode ser marcado de três formas: pelo aplicativo Meu INSS, pela central de atendimento 135 ou pela página do INSS na internet. O beneficiário deve levar os seguintes documentos no dia da perícia: carteira de identidade, Cadastro de Pessoas Físicas (CPF), exames médicos recentes que comprovem a incapacidade de trabalhar e laudo com nome do médico, registro no Conselho Regional de Medicina (CRM), código da doença/CID (classificação internacional de doenças) e a descrição da doença.

MERCADO IMOBILIÁRIO VOLTOU COM APETITE

A Construção Civil assumiu o comando da reativação da economia em Niterói empenhando-se na construção de dois supermercados e no lançamento de novos conjuntos habitacionais que farão surgir perto de 900 novas unidades. Todos os empreendimentos serão voltados para a classe média e média alta, não se conhecendo investimentos nos moldes do Minha Casa, Minha Vida.

Um analista de mercado considerou Niterói como um município de “alta renda” e sem espaço definido para edificações de baixa renda, assim definidos os profissionais prestadores de serviço.

Esta sensação já havia sido detectada pelo sociólogo Moreira Franco. Quando Prefeito idealizou um conjunto habitacional com 1.200 unidades destinadas especialmente para servidores municipais. Construiu o conjunto no bairro gonçalense da Vila Laje (Neves), o mais próximo da ZN de Niterói.

A NOVA EXPANSÃO

Um levantamento preliminar em estandes montados para atrair futuros compradores, indica que após a recessão da pandemia, Niterói está de volta aos lançamentos imobiliários de médio e grande porte, distribuídos por vários bairros. Dois dos maiores empreendimentos se situam na Avenida Feliciano Sodré, um na área da antiga fábrica de refrigerantes Mineirinho e outro no espaço onde funcionava o Rio Decor. O terceiro em grandeza é o “Fluá”, defronte à Concha Acústica de São Domingos.

Na descida da Boa Viagem estão surgindo dois empreendimentos de padrão elevado e é aguardado o lançamento de sofisticado conjunto em substituição ao Palacete das famílias Grilo e Paz, no bairro do Ingá. Antecedendo a este , no alto do Morro da Fagundes Varela está surgindo um conjunto com visão panorâmica da Enseada de São Francisco.

Em Icaraí está prevista a conclusão de empreendimento junto ao Estádio Caio Martins e a Spin anunciou que erguerá prédio de alto luxo em amplo espaço da Rua Tavares de Macedo.

O último espaço para edificação na orla de Icaraí já está recebendo obras para três conjuntos de prédios, em substituição ao Clube de Regatas Icaraí.

Outras de menor porte estão em andamento, inclusive imóvel comercial de cinco pavimentos na Rua Nilo Peçanha.

BOLSONARO NO PL E COM VICE DO PP

Após se reunir com os dirigentes partidários, o Presidente Jair Bolsonaro decidiu anunciar a sua filiação ao Partido Liberal presidido por Valdemar da Costa Neto.

Preliminarmente estava acordado o seu ingresso no PP, do senador Ciro Nogueira, mas houve dificuldades na composição de chapas em vários estados.

Está acertado que o candidato a vice-presidente da República sairá dos quadros do PP, confirmando-se a exclusão do general Hamilton Mourão.

No Estado do Rio o principal articulador do PL é o deputado federal Altineu Côrtes, sendo candidato à reeleição para o cargo, o atual governador Cláudio Castro.

O senador Romário Alves será candidato a permanecer mais oito anos no Senado.

Destino de Mourão

O atual vice-presidente já esperava o seu afastamento da chapa bolsonarista e vinha admitindo ser candidato a ser senador pelo estado do Rio Grande do Sul, sua terra natal. Ele é filiado ao PRTB e seus amigos admitem que ele possa derrotar Romário ou qualquer candidato de esquerda no Estado do Rio.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

20 + um =