PAINEL: BNDES REDUZ JUROS PARA EMPRESAS COM DESEMPENHO AMBIENTAL E SOCIAL

Empresas que reduzirem emissões de gases poluentes ou aumentarem iniciativas sociais, mostrando expansão de seu Desempenho ambiental, social e de governança (ASG), terão juros reduzidos nos financiamentos do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). De acordo com o banco, o programa vai conceder financiamentos com
destinação livre, sem relação com projetos de investimento, para empresas que se comprometerem a melhorar os Indicadores de sustentabilidade. “Aquelas que cumprirem as contrapartidas mínimas e atingirem as metas estipuladas
pelo programa terão redução na taxa de juros”, informou a instituição.

O programa BNDES Crédito ASG se destina a empresas da cadeia de madeira voltada para reflorestamento, fabricantes de equipamentos para a cadeia de energia renovável e de eficiência energética, mineração, siderurgia, setores com potencial de melhorias em termos ambientais. Do lado social, o setor escolhido foi o de provedores de internet de pequeno porte, que são vinculados diretamente à agenda ambiental, social e de governança. O aumento da oferta de conectividade é uma das metas do Plano Trienal 2020 – 2022 da instituição. A expectativa do banco é que, posteriormente, o programa seja estendido para outros setores.

O programa tem orçamento de R$ 1 bilhão, o que permitirá conceder empréstimos de até R$ 150 milhões por grupo econômico. As empresas interessadas deverão dar entrada nos seus pedidos diretamente no BNDES até 31 de dezembro de 2023. O prazo total de pagamento será de até 96 meses, incluída carência de até 24 meses.

CASOS E ÓBITOS SÃO BAIXOS ONDE HÁ MENOS ADENSAMENTO

Como cidade mais populosa e mais elevado índice de habitantes por km², o Rio de Janeiro lidera o quadro da pandemia com a incidência 41,2 casos para cada grupo de 10 mil habitantes e o registro 4,57 mortes em igual grupamento de pessoas.

É uma situação completamente diversa de municípios menores. Usando-se o mesmo balizamento por 10 mil habitantes, Duas Barras e Santa Maria Madalena estão com as taxas de 2,3 casos e 5,3 óbitos.

Os cinco municípios com mais de 40 óbitos em cada grupo de 10 mil moradores, além do Rio, são: Petrópolis, Teresópolis, Volta Redonda e Niterói. Em contrapartida estão com indicadores mínimos, abaixo de dois dígitos: Trajano de Moraes, Varre Sai, Duas Barras, Carapebus e S.Maria Madalena.

As taxas de letalidade são mais elevadas em Nilópolis (12,6%), Mesquita (11,4%) e São João do Meriti (10,3%), todos na Baixada Fluminense. O Rio tem taxa de 7,4%; São Gonçalo (5.13%) e Niterói (4,06%).

Fora de forma

O capitão Jair certamente vai enquadrar no RDE os alinhados que não obedeceram a voz de comando do dia 10 de agosto e votaram contra o voto impresso, destoando do “Centrão”.

Também sairão da formatura os aliados que faltaram ao serviço do dia.

No contingente oposto, terão de se explicar aos eleitores, os deputados ditos de oposição que votaram pela aprovação da PEC.

A situação é delicada no PL-fluminense: um não compareceu e outro votou pelo “não”.

Minoria bolsonarista

Dos 46 deputados fluminenses, apenas 20 votaram pelo “sim:”

Além dos membros do PSL e do PSC, votaram com o governo a deputada Clarissa Garotinho; o deputado do Novo, Paulo Ganine; os Democratas Sóstenes Cavalcanti e Marcos Soares; pelo Republicano Rosangela Gomes; o pessedista Hugo Leal; e até o peemedebista Gutenberg Reis.

Estavam ausentes Daniel Silveira, Flordelis (cassada ontem), Gelson Apicello e Soraya Santos.

Mesmo com inesperados reforços partidários, o presidente, que foi o mais votado no Estado do Rio, no pleito passado, não conservou a maioria da bancada nascida do seu prestígio eleitoral em 2018.

Convívio militar

O Presidente Jair Bolsonaro assistirá ao início das manobras anuais de treinamento que as Forças Armadas iniciarão dia 16 na cidade goiana de Formosa.

Terá um momento para reviver os seus tempos de convivência com a tropa, em exercícios como aspirante na AMAN.

Mas será também a oportunidade para conversar sobre o momento atual, longe dos holofotes.

Tirando esmola…

Os supermercados estão praticando preços até 25% mais elevados em relação aos valores fixados no início da pandemia, mas, mesmo assim, estão agregados a campanhas contra a fome, que passou a bater às portas de muitos brasileiros desempregados.

Junto às caixas receptoras reservaram um espaço para os caritativos clientes colocarem alguma das mercadorias compradas para serem doadas aos necessitados.

Isto é o que se chama “barretada” com chapéu alheio.

As empresas farão as doações destes alimentos vendidos a seus clientes sem qualquer desconto promocional…

A família “Herdy do Surf“

Mateus Herdy foi o vencedor da primeira bateria do Corona Open Oaxaca, no México.

Motivo de orgulho para a família, a começar pelo pai Alexandre, irmão de Guilherme, uma estrela revelada durante o Festival de Surf de Itacoatiara, promovido este jornal em 1976.

Era os primórdios do esporte, que permitiu medalha de ouro olímpica ao Brasil e projetou internacionalmente as ondas niteroienses.

Guilherme Herdy se transferiu para Florianópolis e, cessada a fase de competições, tornou-se instrutor

Estes jovens sempre tiveram o apoio entusiástico do cardiologista Cyro Herdy e de sua esposa, Geismar, também médica, pais de Guilherme.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

2 + cinco =