Pai atacado por pitbulls junto com filhos, morre em São Gonçalo

Faleceu, na madrugada da última sexta-feira (26), Feliphe dos Santos Vieira, uma das vítimas do ataque de dois pitbulls, ocorrido no último dia 16 de fevereiro, em Araruama, na Região dos Lagos.

Ele estava internado no Hospital Estadual Alberto Torres (Heat), no Colubandê. As duas crianças, de 7 e 9 anos de idade, também sofreram ferimentos durante o ataque dos animais.

Nas redes sociais, familiares e amigos lamentaram o falecimento de Feliphe, que lutou contra os animais até a chegada da polícia.

“Família Alves e Vieira está de luto, perdemos o herói Feliphe que lutou incansavelmente para salvar das garras dos pitbull seu filho e sobrinho, hoje choramos pela perda desse herói. Descansa em paz, que Deus te receba de braços abertos”, diz uma das publicações.

Feliphe e uma criança foram levadas para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Araruama e transferidas para o Hospital Estadual Alberto Torres (Heat), no Colubandê. A outra criança foi levada para o Prontobaby Hospital da Criança, no Rio de Janeiro.

O ataque – No último dia 16 de fevereiro quando duas crianças, de 7 e 9 anos de idade, ficaram gravemente feridas após serem atacadas por dois pitbulls em Araruama, na Região dos Lagos. O pai de um dos meninos também foi atacado pelos cães.

Segundo a polícia, os cães fugiram de uma casa e atacara as crianças e o adulto quando eles caminhavam pelo bairro Aurora, próximo a estrada ViaLagos.

Agentes do Batalhão de Choque estavam indo atender um chamado de ordenamento contra aglomeração em Cabo Frio, passaram pelo local no momento do ataque e socorreram as vítimas. Os três foram levados para a UPA de Araruama.

Os cães foram sacrificados pelos policiais que tentaram afastá-los das vítimas sem sucesso.

“Os PMs tiveram que sacrificar os pitbulls. Cada um teve que levar dois tiros de fuzil porque senão não iam parar de atacar. Com o primeiro tiro não resolveu. Com certeza, os policiais salvaram a vida dos três porque não teria salvação se eles não chegassem a tempo “, conta o delegado Renato Perez, da 118ª DP em Araruama, onde o caso foi registrado.

Ainda de acordo com a polícia, o dono da casa de onde os animais fugiram não foi localizado porque está em viagem, mas já foi identificado. Ele será processado em inquérito por lesão corporal grave dolosa por dolo eventual, quando não há intenção, mas se assume o risco.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

quatro × 4 =