Paes quer liberar 100 % de público no Maracanã

O Maracanã pode voltar a ter público a partir do mês de setembro. Isso porque a Prefeitura do Rio anunciou, nesta quinta-feira (29), o plano de flexibilização das medidas de restrição na cidade. O plano prevê flexibilização gradual, em três etapas, a partir de 3 de setembro. E a capacidade pode chegar à 100% de público a partir de 17 de outubro.

A próxima etapa de flexibilização, prevista para o dia 2 do mesmo mês, aconteceria quando 77% da população carioca já teria recebido a primeira dose da vacina contra a Covid e 45% a segunda. Com isso, nesta data aconteceriam a liberação de eventos em ambientes abertos, permissão de público com esquema vacinal completo em estádios, com 50% da capacidade, e casas de shows com o mesmo percentual.

O lançamento dessa etapa de flexibilização prevê o fechamento de ruas para o trânsito, eventos em pólos gastronômicos, DJs em pontos da orla, iluminações, projeções e apresentações musicais e ponto facultativo no dia 5 de setembro (sexta-feira).

Também estão previstas programações especiais nas cidades das Artes e do Samba, meia entrada em pontos turísticos e apresentação de orquestra na Lapa.

Já a para a liberação de 100% de público em todos os estádios na cidade – e não apenas o Maracanã -, será permitida a presença de quem tiver tomado as duas doses da vacina. Os eventos terão checagem de situação vacinal das pessoas, com o aplicativo Connect SUS, do Ministério da Saúde, segundo o secretário de Saúde, Daniel Soranz. Quem não tiver sido vacinado, será barrado.

Ao lado do secretário municipal de saúde, Daniel Soranz, Eduardo Paes também informou sobre o que será feito em relação ao pedido do Flamengo sobre a liberação para o público no jogo da volta contra o Olímpia, válido pelas quartas de final da Libertadores. A partida está programada para 18 de agosto.

“Em relação ao jogo do Flamengo, o time fez uma proposta específica, ela está sendo analisada hoje pela Secretaria Municipal de Saúde. A proposta chegou só ontem (quarta, 28), ela não teve uma reposta até ontem porque ninguém tinha pedido, não é porque eu sou vascaíno”, disse Paes, antes de perguntar o time de Soranz, que é flamenguista.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

20 − 1 =