Outubro pode registrar menor índice de roubo de rua em Niterói

Pedro Conforte –

Dados preliminares mostram que Niterói pode registrar nova queda nos roubos de rua neste mês. Na primeira quinzena de outubro foram registrados 89 casos na cidade, uma média de 5,93 registros por dia. Em outubro do ano passado foram 394 casos, ou 13,13 casos por dia. As informações foram antecipadas com entusiasmo pelo prefeito Rodrigo Neves em suas redes sociais.

Desde o início do ano os roubos de rua (somatório de roubos a transeuntes, em coletivo e de celular) vêm apresentando queda em Niterói. Apenas em fevereiro houve um aumento (na comparação com janeiro), Nos meses subsequentes houve uma redução expressiva. Os últimos dados divulgados pelo Instituto de Segurança Pública (ISP) mostram que em agosto foram registrados 246 roubos de rua em Niterói. Caso mantenha-se a média na segunda quinzena de outubro, serão 178 registros, confirmando o menor índice para o mês de outubro desde 2004, quando foram registradas 188 vítimas de roubo de rua.

O prefeito usou as redes sociais também para divulgar os números de roubos de carro referentes à primeira quinzena de outubro, quando foram subtraídos 21 veículos. Em todo mês de outubro de 2018 foram 192 registros de roubo de veículo. Caso a média seja mantida para a segunda quinzena do mês, Niterói pode registrar o menor índice (para outubro) de roubo de veículo desde 2003.

Um ano de Pacto Niterói Contra a Violência
Hoje Rodrigo Neves apresenta um balanço do primeiro ano de ações do Pacto Niterói Contra Violência, com resultados da segurança pública na cidade neste período. Na mesma ocasião serão anunciadas as próximas ações dentro do projeto, na área da prevenção, e lançado o site www.pactocontraviolencia.niteroi.rj.gov.br.

O Pacto Niterói Contra Violência foi lançado em 2018, após estudos realizados pela Comunitas e o Instituto das Cidades, pensado para o fortalecimento da Cultura da Paz e da Valorização da Vida, a partir da participação conjunta do Poder Público e da Sociedade Civil, para construção de uma política pública de segurança e de ações de prevenção, no combate à violência em várias frentes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *