Outra remessa de munição destinada ao Rio é apreendida

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) prendeu nesta terça-feira (12) um motorista, de 33 anos, no interior de São Paulo, após ser flagrado com mais de 6 mil munições de pistola, calibre 9 milímetros, e fuzil, calibre 5.56, na Rodovia Castello Branco, altura da cidade de Avaré (SP). O suspeito confessou que ia entregar a remessa de munições no Rio. De acordo com a PRF, uma equipe fazia fiscalização de rotina no quilômetro 248 da rodovia quando abordou um carro com placas de Maringá (PR). Na abordagem o suspeito demostrou nervosismo e os policiais suspeitaram das respostas dadas.

Durante vistoria pelo veículo, a equipe encontrou um compartimento no painel com milhares de munições. Ainda segundo a polícia, as munições apreendidas são de uso exclusivo das Forças Armadas, o que inclui Exército, Aeronáutica, Marinha e Polícia Militar. O motorista foi encaminhado à delegacia de Avaré e autuado por porte ilegal de munição de uso restrito.

Em fevereiro deste ano, PRF já havia apreendido na mesma cidade uma outra remessa com 1,8 mil munições de fuzil, calibre 7.62, 7.330 mil munições de pistola calibre 9mm, e cinco pistolas 9mm, também destinadas ao Rio. Na noite de sexta-feira passada, em Mato Grosso do Sul, deram voz de prisão a três tenentes da Marinha do Brasil, com idades de 28 e 29 anos, oriundos do Rio, que estavam num ônibus interestadual, que fazia a linha Ponta Porã/São Paulo. Eles transportavam cinco armas e 1.260 munições. Os acusados alegaram que as armas e munições seriam para defesa pessoal. A equipe da PRF fazia fiscalização na BR-163, na altura da cidade de Rio Brilhante, quando abordou o ônibus onde estavam os militares.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dezesseis + 11 =