Operação mira acusados de violência contra a mulher

No Dia Internacional da Mulher, celebrado nesta terça-feira (8), polícias civis de todo o Brasil deflagraram a Operação resguardo em combate a crimes contra a mulher. No Rio de Janeiro, dezenas de mandados de prisão são cumpridos pelo Departamento-Geral de Polícia de Atendimento à Mulher (DGPAM).

A Operação Resguardo é coordenada pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública, por meio da Secretaria de Operações Integradas (Seopi/MJSP), e será realizada em todos os estados do país e no Distrito Federal. O Dia D da ação contará com apoio de agentes das delegacias do Departamento-Geral de Polícia da Capital (DGPC); Departamento-Geral de Polícia da Baixada Fluminense (DGPB) e Departamento-Geral de Polícia do Interior (DGPI).

As informações sobre a operação serão apresentadas durante coletiva à imprensa, às 10 horas, na Cidade da Polícia, pela diretora do DGPAM, delegada Sandra Ornelas, e por outras titulares de Delegacias de Atendimento à Mulher (Deams) do Rio de Janeiro.

Prisões

Ações integradas relacionadas à Operação Resguardo começaram no dia 7 de fevereiro deste ano. Desde então, e até, mais de 270 autores de crimes contra mulheres foram presos em flagrante e em cumprimentos de mandados de prisão.

Em 2021, as delegacias que integram o DGPAM prenderam 532 pessoas envolvidas em casos de violência contra mulheres.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.