Operação Constantino: Cabo Frio é alvo de ofensiva contra o tráfico

O Ministério Público do Rio (MPRJ), por meio do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (GAECO), com o apoio da Coordenadoria de Segurança e Inteligência (CSI/MPRJ), da Polícia Militar, e Superintendência do Sistema Penitenciário SISPEN, realiza nesta sexta-feira (16), a Operação Constantino III, para o cumprimento de 31 Mandados de Prisão Preventiva e de Busca e Apreensão, em Cabo Frio.

Após investigação direta, que contou com interceptações telefônicas com autorização judicial, o MPRJ ofereceu duas denúncias pelos crimes de tráfico e associação para o tráfico, junto à 2ª Vara Criminal da cidade. A primeira denúncia se refere à facção criminosa Comando Vermelho (CV), com atuação no 2º Distrito de Cabo Frio e também no Complexo da Boca do Mato/Morro do Limão, tendo como líderes identificados os denunciados Macaive Gomes dos Santos, conhecido como Mica ou MK (falecido recentemente), Sinélio Mota Barreto Júnior, o Tio, Carlos Eduardo Rocha Freire Barbosa, o Cadu Playboy, Ademir Pereira da Mota, conhecido como Demi, e Roberto De Souza Félix, o Betinho ou BT.

Por sua vez, a segunda denúncia é referente à facção Terceiro Comando Puro (TCP), atuante também no 2º Distrito de Cabo Frio, na qual se verificou que os líderes José Francisco da Silva, o Chico TCP, e Rafael Gomes de Oliveira, o Beiço, ou B, que faleceram no curso da investigação.
De acordo com o Ministério Público, os crimes de tráfico e associação para o tráfico foram realizados com uso de armas de fogo, e envolveram adolescentes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *