Operação combate a receptação na Região dos Lagos

A partir de investigações feitas pela 151ª DP (Nova Friburgo), agentes da Delegacia de Roubos e Furtos (DRF) realizaram, ontem (17), uma grande operação para combater o crime de receptação nas cidades de São Pedro da Aldeia e Araruama, na Região dos Lagos. A polícia afirma que empresários adquiriam equipamentos de telefonia e de internet furtados e utilizavam em suas próprias empresas e redes de provedor de internet. A ação teve como saldo a apreensão de diversos materiais e centenas de metros de cabos furtados de fibra ótica. As empresas investigadas, de acordo com a DRF, não possuem licença da Anatel para oferecer o serviço e utilizavam a Classificação Nacional de Atividades Econômicas (CNAES) diferente da que era prestada aos clientes. As investigações sobre o caso prosseguem para identificar todos os envolvidos nos furtos e na receptação dos produtos.

Em um endereço da cidade de Araruama foram encontrados na casa de um suspeito centenas de metros de cabos furtados de fibra ótica da Claro, Oi, Vivo e Sumicity, e também baterias furtadas da Claro e da Nextel. Os policiais apreenderam 24 caixas de terminação óptica (NAPS), que haviam sido furtadas da operadora Claro, em uma empresa de São Pedro da Aldeia. Este equipamento é usado para a proteção da fusão, da distribuição e da concentração das fibras ópticas. Os acusados tentavam esconder os logotipos das operadoras usando massas e, além disso, queimavam as caixas, de acordo com os policiais. A tentativa de eliminar indícios do crime, porém foi ineficaz em diversos equipamentos onde foi possível a identificação das marcas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

um × 3 =