ONG faz homenagem para as mais de 400 mil vítimas da Covid-19

Integrantes da ONG Rio de Paz estiveram na manhã de sexta-feira (30) na praia de Copacabana, na Zona Sul do Rio, para realizar um ato em homenagem silenciosa as mais de 400 mil pessoas que morreram em decorrência do novo coronavírus no país. O grupo fez também uma crítica à negligência das autoridades, principalmente do Governo Federal e à forma que estão lidando com a crise sanitária e com as vidas que se perderam e com outras milhares que lutam não apenas contra a dor da perda e o vírus.

Representando o sepultamento das vítimas, 400 sacos de óbito, que são utilizados para transportar os corpos, foram colocados lado a lado na areia junto a uma bandeira do Brasil. O ato começou às 6h e a cada hora os voluntários faziam uma dramatização simulando o enterro dessas pessoas.

“O Governo Federal cometeu faltas injustificáveis que custaram milhares de vidas.O próprio presidente da República errou pela falta de exemplo e empatia. Comportou-se como se um vírus traiçoeiro não estivesse se espalhando pelo país, contaminando, incapacitando e matando. Chamou de marica milhões de trabalhadores brasileiros, que apesar de todo desejo de exercerem suas atividades profissionais, adotaram, pelo temor da morte, o distanciamento social. Em suma, testemunhamos o surreal, que não seria tolerado por cidadãos de nações livres e desenvolvidas. Houve cumplicidade de grande parte da população”, disse Antonio Carlos Costa, presidente do Rio de Paz.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

18 + dezessete =