Ocupação de leitos para Covid-19 na rede privada segue diminuindo em Niterói e São Gonçalo

De acordo com o mais recente boletim sobre a taxa de ocupação de leitos para a Covid-19, na rede particular de Saúde, as cidades de Niterói e São Gonçalo, os índices seguem apresentando redução, segundo dados do Sindicato dos Hospitais, Clínicas, e Casas de Saúde de Niterói e São Gonçalo (SINDHLESTE).

No levantamento, a taxa de internações durante uma semana, até terça-feira (dia 2), foi de 22% de ocupação de leitos de enfermaria, ou 73 quartos ocupados, em Niterói. Com relação aos leitos de UTI para a mesma cidade a taxa de ocupação foi de 28%, ou 78 leitos ocupados, no município. No levantamento finalizado em 19 de janeiro, por exemplo, a taxa de ocupação já apresentava queda nos leitos de enfermaria era de 134, o que correspondia a 40%. Já os de UTI era de 133, ou 48%.

Em São Gonçalo, no mesmo período, a ocupação de leitos de enfermaria apresentou redução, para 20% de ocupação, ou 18 quartos. Com relação aos leitos de UTI, houve nova redução, para 43% de ocupação para leitos reservados para Covid-19, ou 25 leitos. No mês passado, as unidades particulares da cidade haviam registrado taxa de ocupação de leitos de enfermaria, de 27, ou 30%, e o de UTIs, 34, o que correspondia a 59%.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

um × três =