Ocupação de leitos de UTI para Covid-19 na rede particular cresce em São Gonçalo e reduz em Niterói

De acordo com o mais recente boletim semanal, divulgado pelo Sindicato dos Hospitais, Clínicas e Casas de Saúde de Niterói e São Gonçalo (Sindhleste), a taxa de ocupação de leitos para a Covid-19 na rede particular de Saúde nas duas cidades foram de 48%, em Niterói, e 64%, em São Gonçalo para UTI.

No boletim anterior (divulgado dia 5) os hospitais particulares de Niterói haviam registrado 61% de ocupação dos leitos de UTI reservados para Covid-19, portanto ocorreu uma redução para demanda de leitos desse tipo. Em São Gonçalo, a taxa de ocupação anterior para UTI havia sido de 61%, portanto ocorreu aumento.

Com relação aos leitos de enfermaria, segundo o Sindhleste, Niterói registrou ocupação de 63% (ou 174 leitos) e no levantamento anterior, 47% (156 leitos), caracterizando aumento nesses tipos de atendimento de pacientes nas unidades hospitalares da cidade. Em São Gonçalo, para leitos de enfermaria houve igualdade, com 37% (33 leitos) de ocupação para Covid-19, mesmo panorama da avaliação divulgada no dia 5.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

4 × cinco =