Ocupação da PM: tiroteio na Vila Ipiranga deixa suspeito morto

Forças policiais seguem atuando na comunidade do Santo Cristo e adjacências, no Fonseca, Zona Norte de Niterói, a fim de reprimir a “guerra” entre facções criminosas. Nessa terça-feira (1º), um suspeito de tráfico acabou morrendo em confronto com PMs e um comparsa, baleado, ficou ferido, na região da Vila Ipiranga. Cabe ressaltar que a região também está ocupada pelos militares.

Segundo informações do 12º BPM (Niterói), uma equipe do Grupamento de Ações Táticas (GAT) fazia patrulhamento pela região, quando foi atacada por criminosos armados. A Vila Ipiranga é vizinha ao Santo Cristo e é controlada pelo Comando Vermelho (CV), que tenta assumir o controle de todos os pontos de venda de drogas na região.

Dessa forma, a Vila, assim como outras comunidades “vermelhas”, como a Nova Brasília, na Engenhoca, estariam, segundo a PM, servindo como base para atacar criminosos rivais que estariam no Santo Cristo, que estaria sob controle do Terceiro Comando Puro (TCP). De acordo com o batalhão, na ação desta terça, os dois suspeitos baleados tinham ligações com o CV.

Segundo o 12º BPM, o acusado que morreu ainda não foi identificado, já o que ficou ferido foi atendido no Hospital Estadual Azevedo Lima e não corre risco de morte. Na ação, foram apreendidos um revólver, uma granada, um rádio transmissor e drogas, ainda a serem contabilizadas. O caso foi registrado na Delegacia de Homicídios de Niterói, São Gonçalo, Itaboraí e Maricá (DHNSG).

Ocupação

Em meados de maio, o 12º BPM anunciou que iniciaria ocupação em comunidades do Fonseca, por tempo indeterminado, em virtude da disputa entre as facções. No dia 15 de maio, o fotógrafo Thiago Freitas de Souza foi morto, na comunidade do Santo Cristo, onde morava, ao pedir silencio a traficantes que estavam na porta de sua casa, pois a filha da vítima, de apenas 5 anos, não conseguia dormir.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.