Obras do Parque Orla Piratininga estão em ritmo avançado

Raquel Morais

As obras do Parque Orla Piratininga Alfredo Sirkis (POP) estão em ritmo acelerado. Vários canteiros já foram escavados para a montagem dos jardins filtrantes, além da realização da supressão para o Canal do Camboatá. O terreno perto do local de aterrizagem de parapente, na saída do Túnel Charitas-Cafubá, também está recebendo intervenções com maquinários. A obra faz parte do Programa Região Oceânica Sustentável (PRO-Sustentável) e o projeto foi apresentado no final de 2019.

O Administrador Regional da Região Oceânica, Rubens Branquinho, confirmou que as intervenções estão em um ritmo bom.

“As obras estão bem avançadas. A segunda parte está prestes a começar que seria a infra estrutura, além das as áreas verdes. Essa obra representará uma mudança de paradigmas além de uma recuperação ambiental na cidade. Vamos ter uma entrega de uma lagoa, que é muito pouca utilizada pela população, especial”, contou.

Nas redes sociais o prefeito de Niterói, Axel Grael, também comentou sobre as obras.

“As obras do Parque Orla de Piratininga Alfredo Sirkis seguem avançando! Niterói já é considerada uma referência nacional e internacional de projetos de sustentabilidade urbana, sendo citada em relatório internacional, como a publicação da Comunidade Europeia, em que nossa cidade consta como uma das 10 cidades brasileiras que adotam tecnologias conhecidas como Soluções Baseadas na Natureza (SBN). O POP foi planejado para contribuir para a despoluição da Lagoa de Piratininga, através da implantação de equipamentos de drenagem sustentável e outras tecnologias, além de recuperação de ecossistemas e oferecer infraestrutura de visitação e lazer. A recuperação da Lagoa de Piratininga será uma das marcas sustentáveis de Niterói e permitirá que a população volte a contemplar uma das paisagens mais belas da nossa cidade”, frisou.

DETALHES DO PROJETO

O projeto Parque Orla Piratininga (POP) foi apresentado em novembro de 2019 e faz parte do Programa Região Oceânica Sustentável (PRO-Sustentável), financiado pelo Banco de Desenvolvimento da América Latina – Cooperação Andina de Fomento (CAF). Ao todo serão implantados 10 quilômetros de sistema cicloviário ao longo de toda a orla da Lagoa, quatro píeres de contemplação e seis píeres de pesca. Além disso o projeto contempla também três mirantes e 17 áreas de lazer com quadra de esporte, além de brinquedos e academia de ginástica. Também terá a recomposição vegetal da orla em mais de 150 mil metros quadrados. Também terá quadra poliesportiva e um campo de futebol, parque infantil, área de ginástica, mirante com vista para a lagoa, pontos de contemplação e áreas para piquenique.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

vinte + 9 =