Obras do calçadão de Piratininga começam este ano

Raquel Morais –

As obras do calçadão de Piratininga, na Região Oceânica de Niterói, começam ainda no primeiro semestre desse ano. A informação foi confirmada pelo próprio secretário-executivo Axel Grael. O projeto de recuperação está em análise na própria pasta e na fase de definição do que é melhor para execução. Desde 2011 o calçadão em questão vem sofrendo com ações naturais e está parcialmente destruído.

Comerciantes do calçadão informaram que um funcionário da Defesa Civil esteve no início desse mês no local, que está interditado, e registrou algumas fotografias. O comerciante Manoel Francisco Silva, ou Maçarico, como é popularmente conhecido, continua trabalhando em um trailer estacionado na divisão entre as duas pistas, em frente ao seu antigo local de trabalho.

“Hoje o meu maior faturamento é com a venda de água de coco e perdi meus clientes que tinham hábito de comer no quiosque. Não vejo a hora de voltar para meu quiosque e poder trabalhar com o que sempre fiz”, comentou.

A Prefeitura de Niterói se limitou a dizer que o projeto de recuperação do calçadão de Piratininga está sendo elaborado. Porém, Axel Grael informou que desconhece esse registro fotográfico, mas que está analisando o projeto de recuperação, que caminha em várias possibilidades. “Estamos trabalhando no projeto. Existem várias opções técnicas para reparo como a criação de um recife e tipos diferentes de contenção, por exemplo. Não adianta fazer uma obra e acontecer de novo um incidente”, pontuou o secretário.

Em junho de 2011 o calçadão foi atingido por outra forte ressaca e ficou parcialmente destruído, na frente do Quiosque do Bambuzal número 3. Em abril de 2016 outra ação natural destruiu ainda mais o local, quebrou dois quiosques e cerca de 150 metros de calçadão cederam e os espaços foram interditados pela Defesa Civil.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *